13 de dezembro de 2008

Não há Tomba-Gigantes

Pois. Por momentos parecia que sim. Que a Taça continuaria a perpetuar aquele mito dos pequenos a conseguirem, pontualmente, vencer os grandes. E hoje parecia que seria um dia desses. Até que Beto defendeu o último penalty. Não há Tomba-Gigantes...

ps: Jogo honesto do Porto em Cinfães. Excelente a réplica da equipa da casa. Magnífico o esplendor de Guarin, assumindo-se como o homem da partida e mostrando, se fosse necessário, que é uma alternativa válida para a titularidade, no onze principal

2 comentários:

Armando Pinto disse...

Uf! Ainda bem que este ano o Natal não vai ser vermelho...
Agora é preciso que os nossos nos ofereçam um Natal Feliz!!!

Armando Pinto

dragao vila pouca disse...

O ataque arrasador lá ficou em branco.
Acho que já disse isto, mas se já disse repito: não há clube no Mundo, que exemplifique melhor aquela máxima do futebol, ou oito ou oitenta, que o Benfica.
Quanto ao Porto, não gostei nada. Exige-se mais a alguns jogadores.
Guarín, sim. Tarik, mostrou porque não tem jogado.
Um abraço