25 de julho de 2008

Super-heróis

Hulk. Confesso desde já que, na minha adolescência, o alter-ego de Bruce Banner nunca fez as minhas delícias. Admirador inveterado do universo da Marvel, com particular incidência nos super-heróis saídos da mente delirante de Stan Lee, sempre guardei a minha afeição para o Wolverine, Capitão América, Homem Aranha e poucos mais.

Nunca fui cativado por monstros, ainda por cima verdes e vestindo apenas roupa interior. Por isso, como declaração para memória futura, estou algo frustrado com a compra de Hulk. E sem qualquer ponta de ironia, que cada vez tenho menos tempo para escrever e escuso de gastar o que tenho em figuras de estilo.

Sendo claramente evidente, mesmo a qualquer leigo, que o plantel do Porto, para a época que se avizinha, necessita de alguns retoques, era consensual que a linha avançada teria que ser reforçada. Dada a carta de alforria a Postiga, com o mal-amado Adriano fora do baralho de opções de Jesualdo e com Renteria a continuar a viver no limbo da promessa eternamente adiada, a responsabilidade pelos golos caiu no colo de 2 argentinos: Lisandro e Farías.

Até hoje. Temos Hulk. Talvez vivendo ainda da expectativa legítima, criada pelo presidente do clube, de uma surpresa, a chegada deste novo reforço constituiu uma espécie de balde de água gelada no anseio crescente por um nome mais mediático.

Dirão os defensores intransigentes de toda e qualquer acção da SAD portista que o brasileiro agora na Invicta é jovem, com enorme margem de progressão e com um currículo onde ressalta a capacidade sobrenatural de empurrar a bola para as redes. Tudo verdade. Lembrar-me-ão ainda de outros exemplos de perfeitos desconhecidos, que chegados ao reino do Dragão rapidamente se fizeram notados, cobiçados e idolatrados. Não contesto esse argumento.

Mas pagar 10 milhões de euros, por 50% do passe de um verdadeiro desconhecido, num mercado em recessão, parece-me francamente um acto de gestão questionável. Quem anda atento às notícias do mercado internacional, não deixa de ser surpreendido pelo preço com que grandes jogadores saem dos seus clubes [Deco e Riise, por exemplo], em transacções de baixo valor, se comparadas com os preços praticados há meses atrás.

Por isso, pergunto: não seria mais apropriado, numa situação destas, ficar com o que se tem, com provas dadas, do que embarcar numa [cara] aventura? Adriano e Renteria dariam condições para marcar golos, em qualquer competição.

O que o Porto necessita, e acredito que não comprou por 10 milhões, é um fazedor de golos mortífero, capaz de converter 70/80 por cento das oportunidades que disporá. Pagar por pagar, mais valia abrir os cordões à bolsa e contratar finalmente um clone de Jardel. Apesar de tudo, espero sinceramente arrepender-me do que escrevi acima. Seria bom sinal. De êxito. E de golos. Do Hulk.

ps: O Guimarães já começou a sentir os efeitos de, cobardemente, ter procurado conquistar na secretaria o direito de participar na Champions, com entrada directa, algo que lhe foi vedado desportivamente. Habituados ao empréstimo dos bons valores provenientes do Dragão, viram Alan, desejado por Manuel Cajuda, rumar ao Minho, mas para outras paragens. E isso também me provocou alguns pruridos. Se concordo inteiramente com o corte de relações com a escumalha da cidade Berço, esta aliança recente com o Braga de António Salvador deixa-me, no mínimo, com o estômago tolhido. Que raio, o homem é unha e carne com o Orelhas, dificulta sempre ao máximo as negociações por qualquer jogador arsenalista em que estejamos interessados, enquanto os vende ao desbarato para o Sul, e agora cedemos-lhe jogadores? A custo zero?

Acho que vou a banhos, nos próximos dias, para evitar dissertar mais sobre isto. Mas sinceramente, ando algo desiludido. A sério que ando.

13 comentários:

dragao vila pouca disse...

Meu caro Paulo eu até aceito a tua desilusão, o que não aceito é que aches que o F.C.Porto pagou 10 milhões de euros por 50% do passe.
Isso posso garantir-te é mentira.
Sobre o Hulk: eu quando não conheço dou o benefício da dúvida, o que não compreendo é o facto de alguns, já andarem a dizer que não presta, e nunca viaram jogar. Isso é pura má lingua, não achas?
Sobre o Alan: se em relação ao Guimarães estamos de acordo, em relação ao Braga, compreendendo o teu desencanto, atendendo às muitas dificuldades que eles nos criaram - A.Madrid -, mas quero acreditar que pode estar algum trunfo na manga: por exemplo o direito de preferência sobre algum jogagor das camadas jovens bracarenses.
Um abraço

Bruno Pinto disse...

Paulo,

O Hulk parece-me um bom jogador, jovem e com boa margem de progressão. Daquilo que vi no vídeo dele até fiquei bem impressionado. Mas, espero que os valores não sejam os que mencionaste, seria um escândalo! Onde viste esses tais 10 milhões por 50 % do passe?

De qualquer forma, acho que não é esta a surpresa tão falada. Se o Quaresma sair, julgo que o FC Porto terá de encontrar alguém para substituir o 'Cigano', talvez possa vir daí algo surpreendente. Ou então não...

Abraço.

Paulo Pereira disse...

Meus caros,

Prezo bastante as vossas opiniões e, em parte, até estamos de acordo. Friso, aliás, que não coloco em causa as qualidades do Hulk mas sim o valor pago por ele. Sejam 10 milhões, aou apenas 4, por 50% do passe, não me parece ser o k o Porto precisa para a linha da frente.

De uma vez por todas, numa equipa campeã, os retoques a fazer num plantel vencedor são mínimos. Ou seja, nada de muitas entradas e saídas, como é habitual por estas paragens. Por isso, mais do k comprar de forma avulsa, se queremos ter uma palavra a dizer na Europa, então k se abram os cordões à bolsa e se contrate um grande nome. Ponto. E não me venham falar de dinheiro que, pelos vistos, abunda para os lados do Dragão...

Bruno Pinto disse...

Paulo,

Estou de acordo contigo sobre o preço de Hulk. Aliás, já comentei no Bibó Porto e disse que mesmo que fossem 4 milhões pelo TOTAL do passe já não era nada barato. A aposta em jovens como este parece-me acertada, mas nunca pelos valores que têm sido ventilados. 4 milhões por 50 por cento é demasiado, se forem os 10 milhões será, repito, um escândalo!! Sobre isso, completamente de acordo.

Aliás, há outras decisões do FC Porto com as quais não concordo. O facto de ser admirador profundo de Pinto da Costa e Jesualdo Ferreira, não me faz concordar com tudo que ele faz, bem pelo contrário. Espírito crítico é algo que sempre terei, independentemente de ir ou não contra decisões ou opiniões de pessoas que admiro. Por exemplo, continuo a não entender como se vai buscar um lateral-esquerdo suplente a uma equipa fraca da Argentina. Faz-me confusão que Pitbull não tenha sequer feito o estágio.

Mas, enfim, aguardemos mais alguns dias por novidades.

Bruno Pinto disse...

OFICIAL: 5,5 milhões por metade do passe de Hulk! Ou seja, o FC Porto avaliou-o em 11 milhões.

Acho um valor ridículo para um jogador desconhecido! Ou o homem vem, pega de estaca e desata a marcar golos ou então não se percebe este tipo de investimentos. Continuo com aquela sensação que o FC Porto faz negócios magníficos em vendas, mas depois não utiliza esse dinheiro da forma mais rigorosa.

Repito, o Hulk parece-me um belo jogador, mas nunca na vida vale 11 milhões. Nem metade!!

Portuense-Portista disse...

Bruno, quando o Bosingwa veio para o Porto valia 20 milhões? Provavelmente na altura muitos lamentavam a contratação do jogador. O importante é paciência. Paciência que se teve com Lisandro no primeiro ano e que agora é o jogador que é. Eu acredito no Hulk, mais do que acredito em Farias até.
Sobre o preço do jogador, só mais tarde é que se vê se é absurdo ou não. Eu acho que foi um bom investimento.

No entanto continuo a acreditar que a surpresa não é esta. Mesmo que depois PdC o diga assim, eu não me vou acreditar. Ainda tenho esperanças de ver amanhã um extremo para substituir o Quaresma, mas um extremo de qualidade. E nem me refiro a Simão, porque estou como o nosso Presidente, esse nem de borla!
Só amanhã saberemos.

Dragaoatento disse...

Meus Amigos,

O Madail prepara-se para desferir a machadada final neste processo de condenar à viva força o nosso "SpecialOne"que é P.daC..
Vai propor à Assembleia Geral da FPF que tenha em conta o famigerado "parecer" do "freitinhas" e a seguir declarar o "interesse público" a fim de criar um facto consumado!
Ao FC Porto - Futebol, SAD só lhe restará levar o caso aos Tribunais Administrativos e exigir uma indemnização avultada por danos e perdas.

Abraço

PS - Veio no correio da manhã.Os benfas já querem que a FPF envie à UEFA as últimas decisões já na próxima 2ªfeira!

AZUL DRAGÃO disse...

Paulo :

Vem aí a surpresa prometida para te levantar o moral !

Bons banhos.

José Campos disse...

Boa noite.
Nasceu um novo blog sobre os TriCampeões Nacionais.
Se puderes adiciona o meu link e eu vou fazer o mesmo em relação ao teu blog se permitires.
Obg. Abraço

http://anacaoazulebranca.blogspot.com/

Paulo Pereira disse...

Caro José,

Já tá adicionado. Bem vindo à blogosfera azul e branca.

Dragaoatento disse...

Caro Paulo!
Não obstante já estarmos avisados, tive uma restea de esperança que o comunicado do nosso clube conseguisse introduzir algum bom senso na cabeça daqueles pseudos-dirigentes da FPF.
Tal não aconteceu!E agora sou daqueles que estou com curiosidade em saber como a FC Porto-Futebol,SAD vai lidar com o problema.
Na minha opinião acho que devia começar a declarar que vai exigir uma choruda indemnização aos culpados desta imunda trama, cito:
Madail...o escroque, postiço como o seu aspecto por si denuncia, este verme que fez o que era previsível.
Entretanto e, como noticiou o Correio da Manhã,os tais que não queriam ir à Champions,já se estão a movimentar no sentido de pressionar a FPF a enviar ainda hoje mesmo,a última decisão da federação à UEFA.Não sei se este facto poderá ainda vir a produzir efeitos para esta época.
A ideia com que fiquei é que eles UEFA poderiam reabrir o processo em qualquer altura, até porque ainda não procederam ao sorteio da Champions. Mas diz de tua justiça.

Abraço

Dragaoatento disse...

Caro Paulo,reacção do José Guilherme Aguiar à decisão da FPF:
28/07/2008
O jurista José Guilherme Aguiar atribuiu hoje à "vaidade incomensurável" de Ricardo Costa, presidente da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, as decisões de suspender Pinto da Costa e despromover o Boavista para a Honra.
A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu hoje adoptar o parecer solicitado a Freitas do Amaral e vai proceder à respectiva declaração de interesse público e homologação dos campeonatos.
Em causa está a reunião do Conselho de Justiça (CJ) de 04 de Julho, que decidiu a descida de divisão do Boavista para a Liga de Honra e a suspensão de dois anos a Pinto da Costa, presidente do FC Porto, no âmbito do processo Apito Final.
Nesta reunião, decidida apenas por cinco conselheiros, não esteve presente o presidente do CJ da FPF, por considerar que não havia condições para prosseguir a reunião.
Freitas do Amaral, convidado para perceber a legalidade das reuniões, entregou um parecer à FPF, que foi hoje adoptado, acabando assim por se decidir a suspensão de Pinto da Costa e a descida do Boavista.
Guilherme Aguiar, em declarações à Agência Lusa, afirmou discordar em pleno do parecer de Freitas do Amaral, apelidando-o até de "sentença", e explicou que pode estar prestes a explodir a "maior crise no futebol português de todos os tempos".
"O primeiro responsável é o presidente da CD da LPFP. Esse e a sua vaidade. Mas vamos ver o que acontece. Ele ficou muito bem na fotografia. Embora seja do Norte, não tem clube do Norte. A vaidade dele é incomensurável. Se ele for verdadeiro é capaz de dizer que é do Benfica. Se for mentiroso, se calhar diz que é da Académica", afirmou.
O jurista, também membro efectivo do Conselho Superior do FC Porto e seu ex-vice-presidente, disse que Freitas do Amaral agiu como se fosse um "juiz" e que acredita "numas pessoas e não em outras".
"Até respeito a decisão de hoje da FPF, mas isso se houvesse algum fundamento legal nesse parecer. Se houvesse uma opinião isenta e bem estruturada".
Guilherme Aguiar lembrou também que pode haver perda de mandato na FPF e indemnizações avultadas, caso os recursos do Boavista e de Pinto da Costa sejam validados.
"Aquele encontro dos cinco conselheiros foi manifestamente ilegal. Isso só acontecia no tempo antes do 25 de Abril. Foram violados os direitos democráticos".
Desta forma, Boavista é despromovido para a Liga de Honra, ocupando o seu lugar o Paços de Ferreira, enquanto Pinto da Costa mantém-se suspenso por dois anos, em casos de corrupção consumada e tentada no âmbito do processo Apito Final.
PS 1 - 28/07/2008 00H30
Marco Branca admite ao CM aproximação ao extremo dos dragões.
“Quaresma deve chegar em breve a Itália”"Vamos ser sérios. É sabido que o Inter de Milão está interessado em Quaresma mas ele ainda é jogador do FC Porto. Contudo, acredito que possa chegar em breve para reforçar o nosso clube." As palavras são de Marco Branca, director desportivo dos nerazzurri, em conversa com o CM, admitindo que hoje será "um dia importante" para o desenrolar das negociações.
"É público o nosso interesse. Até José Mourinho o admitiu, mas temos de aguardar. Até final da semana tudo poderá ficar resolvido", disse Marco Branca, sem querer revelar os contornos do negócio. " Não vou falar de valores. Aguardem. Tudo a seu tempo", afirmou, já irritado com a insistência.
Quaresma tem uma cláusula de rescisão de quarenta milhões de euros mas os responsáveis azuis--e-brancos admitem negociar por um verba inferior: cerca de 25 milhões. Ao que o nosso jornal apurou, o acordo deverá ficar fechado nas próximas horas, sendo que o clube de José Mourinho terá de ceder numa das pretensões dos actuais campeões nacionais: garantir 25 por cento do valor de uma futura transferência do jogador.
"O FC Porto está a ser muito duro a negociar mas ele [Quaresma] está preparado para sair. Itália espera-o", disse ao CM fonte próxima do extremo, garantindo que o seu pensamento está já "muito longe" do dragão.

PS 2 - Retirado do C.M.
Lucho González é o outro assunto de momento no Dragão. O internacional argentino é pretendido pelo Atlético Madrid, que está disposto a tudo pelo ‘el comandante’.
Ao que o nosso jornal apurou junto de fonte próxima do clube madrileno, Lucho é a única opção em carteira. "Javier Aguirre [técnico dos colchoneros] só o quer a ele. Não quer mais ninguém. Aguirre pensa que com Lucho poderá vencer inclusive a Liga dos Campeões", adiantou a mesma fonte.
Certo é que o técnico mexicano ficou algo apreensivo com o meio--campo da equipa na digressão pelo seu país natal e já fez saber junto da direcção que pretende um médio com as características do argentino do FC Porto. Com a dispensa do português Maniche o Atlético de Madrid prepara-se para o ataque final a Lucho.

Dragaoatento disse...

Caro Paulo,os dirigentes do Guimarães estão constantemente a dar com a cabeça na parede, mas não há meio de aprenderem...!

Apito Final: UEFA diz ser impossível excluir F.C. Porto esta época
[ 2008/07/29 | 14:32 ] Sérgio Pereira
Artigos relacionados:
Apito Final: V. Guimarães enviou decisão da FPF para a UEFA
O V. Guimarães insiste na luta pela entrada directa na Liga dos Campeões e aproveitou a invocação de interesse público por parte da Federação para voltar à carga. Gama Lobo esclareceu que já informou a UEFA sobre as últimas decisões e acrescentou acreditar numa decisão até sexta-feira, uma vez que agora sim o caso transitou em julgado, como o Comité de Controlo e Disciplina exigia que fosse.
A UEFA, porém, diz que é impossível excluir o F.C. Porto ainda esta época. Antes de mais, esclareceu uma fonte do gabinete de comunicação do organismo ao Maisfutebol, porque ainda não recebeu os fundamentos do TAS para considerar improcedentes os recursos de Benfica e V. Guimarães. «Sem conhecer as razões que levaram o Tribunal Arbitral a decidir a favor do F.C. Porto, é impossível à UEFA prosseguir com o inquérito», disse.
Para além disso, adiantou, e ressalvado não duvidar das informações que lhe chegaram desde Portugal, a UEFA revelou que não existe uma comunicação formal da Federação Portuguesa de Futebol. De resto, ao longo do processo a FPF só recebeu os documentos que pediu, até porque não é a Federação que os envia automaticamente.
Ainda assim, e mesmo que por hipótese chegassem hoje, não poderia haver decisão até sexta-feira.