19 de julho de 2008

O caminho para o Tetra...

O início dos trabalhos, na pré-temporada, foi aquilo que poderemos chamar de ponto 0, na procura de mais um feito para a história do clube. Ultrapassadas as questiúnculas jurídicas na intensa batalha legal que marcou o defeso, o Porto clube saiu fortalecido. Venceu o rancor e a inveja, podendo agora concentrar-se, finalmente, no que interessa. A bola a rolar...

A época será longa. Intensa. Repleta de escolhos. Mas o plantel dá garantias para mais uma temporada de êxitos. De forma rápida, importa dissecar alguns pormenores nos azuis e brancos, depois dos confrontos amigáveis com PAOK e Hannover...

- Desde logo, o colmatar da saída de Paulo Assunção. Sem dramas, após a fuga do brasileiro, achei que, pese a qualidade reconhecida ao ex-jogador do Nacional, o seu lugar seria facilmente garantido, através do existente no plantel ou com recurso a reforços. A competição, para o posto de médio-defensivo, é muita. Bollati, que passou a sua primeira temporada de dragão ao peito na sombra, terá agora uma oportunidade de mostrar as credenciais de que veio munido. Mas nestes dois jogos específicos, quem tem dado nas vistas é o colombiano Guarín, vindo de terras gaulesas. Apresentando bons indíces físicos, o jovem sul-americano começa a mostrar alguns predicados que o poderão tornar rapidamente um indiscutível de Jesualdo. Raçudo, batalhador, dono de um remate poderoso, generoso fisicamente. Temos homem!

- A defesa foi o sector da equipa que viu mais caras novas a chegarem. Ressalvando que será ainda demasiado cedo para tirar ilações conclusivas, continuo a achar que a aposta na juventude de Rolando foi acertada. Poderoso fisicamente, com enorme capacidade no jogo aéreo, o internacional jovem luso tem mostrado poder ser uma alternativa válida aos previsíveis titulares Bruno Alves e Pedro Emanuel. Se Rolando tem vindo a coleccionar pontos, nessa luta intensa mas leal pela luz da ribalta, o sérvio Stepanov continua a viver uma espécie de dejá-vu. Erros crassos, lapsos infantis, desbaratando num momento o que de bom faz no restante tempo. Parece continuar a viver da síndroma do nervosismo extremo, incapaz de se libertar dos grilhões mentais que o tolhem. No lado direito, ando deliciado com Sapunaru. Sólido a defender, com enorme propensão atacante, parece fadado a ser o substituto de Bosingwa. No flanco oposto, Benitez continua a cheirar a...flop. Algo indeciso na abordagem dos lances, pouco lesto na defesa, muito discreto no apoio ofensivo, não tem justificado a sua contratação. A rever...

- Tomas Costa tem vivido um pouco ao sabor das experiências de Jesualdo. Ontem, frente aos alemães, jogou num 4-3-3 onde lhe cabia a tarefa de jogar no lado direito do ataque, posição que demonstrou claramente não lhe ser muito natural e confortável. É nas zonas interiores do meio-campo que o argentino respira o seu futebol. Feito de nervo e aço, lutador nato, poderá ser uma peça importante na coesão defensiva do tridente do meio-campo. Resta saber como lidará com a forte concorrência para o sector. É que ainda falta Meireles...

- Na frente, Lisandro e Farías parecem ser os únicos com qualidade suficiente para merecerem a responsabilidade de converter em golos o caudal ofensivo da equipa. Denotando ainda os problemas de sempre na finalização, o Porto terá que forçosamente ser reforçado. Com Renteria a levar nova guia de marcha, aguarda-se com alguma expectativa a chegada de um reforço. Imperioso!

Em suma, a luta pela manutenção do título não será facil, nem isso seria expectável, mas o plantel portista parece dar garantias para que esse desiderato seja atingido, no final da temporada. Nós estaremos cá, para o apoio de sempre...

9 comentários:

dragao vila pouca disse...

Paulo concordo contigo e fiz no meu blog uma análise semelhante.
Em relação ao Benítez apetece-me dizer o mesmo, mas quando olho para o Lino -acho que está muito bem - encolho-me um bocado e vou dar mais tempo.
Penso que temos plantel e podemos tem uma grande equipa, se não houver alterações imprevistas de última hora.
Um abraço

Bruno Pinto disse...

Paulo,

Não vi o jogo com o PAOK mas com o Hannover já estive colado ao ecrã. Na primeira parte não fiquei muito convencido - claro que também estamos no começo e a máquina ainda não pode estar oleada -, mas na segunda já deu para ver bons lances atacantes e boa dinâmica colectiva.

No sector mais recuado, Benítez também me cheira a flop. Continuo sem perceber por que razão se vai à Argentina buscar um suplente de uma equipa sem expressão. Iguais ou melhores, temos muitos por cá. Ir ao estrangeiro, só trazendo jogadores que possam fazer a diferença e acrescentar algo, o que não parece ser o caso. Sapunaru parece-me bom jogador e estou com boa fezada nele, embora não tenha dado para ver ainda grande coisa. Dá a ideia de ser bom a defender, ter bons pés e cruzar com precisão, mas é preciso, desde já, meter na cabeça, que não vai fazer aquelas arrancadas imparáveis à Bosingwa. Fucile é excelente opção para qualquer dos lados, como todos sabemos. Já Lino, fez um bom jogo em Hannover, mas continuo a achar não ter a devida categoria para o nosso clube, especialmente em jogos internacionais. No centro da defesa, Bruno Alves e Emanuel são garantia de solidez. Stepanov deveria assumir-se como terceiro central e opção primordial para poder assumir a titularidade, mas o nervosismo, a precipitação e os erros comprometedores parecem continuar. Começa a parecer um mistério que um central que custou 4 milhões, cheio de potencial, pertencente a uma excelente selecção, actue como um menino vindo agora dos juniores. Rolando pareceu-me uma bela contratação, estando à espera de oportunidades, já que valor não lhe falta.

No meio-campo, pelo que vi neste jogo, gostei da combatividade de Fernando. Veremos como se porta ao nível do passe, distribuição e lançamento dos ataques, coisa em que Assunção era exímio. Em Bollati continuo a não acreditar para titular (acho-o muito lento e pastelão). Guarín pareceu-me perdido na 1ª parte, em que jogou como pivot defensivo e ninguém lhe passava a bola, mas nos 10 minutos da 2ª parte em que actuou mais à frente no terreno, mostrou mais dinamismo e qualidade. Não sei qual a sua posição de raíz, se mais atrás ou mais à frente. Há que esperar, mas parece-me um bom jogador e uma boa opção para o miolo. Tomás Costa jogou fora da sua posição. Ainda assim, mostrou qualidade em posse e na pressão ao adversário. Penso que é uma óptima contratação, devendo lutar com Meireles pela titularidade, ou quem sabe até podem jogar os dois. Lucho é o 'must' desta equipa, espero que não seja transferido por nada.

Na frente, Lisandro será titular indiscutível. Farías continua a facturar e é boa opção para o ataque. Fiquei fulo quando vi que Pitbull foi preterido em favor de Alan, mas se o brasileiro jogar como ontem, pode ser que se safe. Mariano, apesar das críticas, continua a fazer bem o seu trabalho e tem o meu apoio. Faltam ainda Tarik e Rodríguez (não jogou neste jogo), que são boas opções para a titularidade. Quaresma jogou só para fazer frete e com aquela vontade toda, pode ir à vidinha dele, assim abram os cordões à bolsa e satisfaçam as exigências da SAD.

Falta um avançado e eu só espero que não venha um qualquer chileno ou colombiano desconhecido. Um médio ofensivo também não faria mal nenhum, mas o clube não deve estar para aí virado. Veremos o que o futuro nos reserva, mas é certo que partimos como principal candidato ao título.

Abraço.

AZUL DRAGÃO disse...

Paulo :

Falta-nos ali qualquer coisa que só uns poucos saberão quem é...

Vamos aguardar.


Abraço

Anónimo disse...

Sábado, 19 de Julho de 2008
O "HUMOR" DUVIDOSO DA RTP

O Contra-Informação da RTP podia diversificar um pouco mais os bonecos que lhe servem de inspiração para não perder a graça.
O "penso eu de que" , o Boby, e a "fruta" de Pinto da Costa, já perderam a piada há muito tempo, porque é repetitiva e premeditada. Não tendo em conta a presunção de inocência do visado, está a contribuir para continuar a denegrir a imagem do Presidente portista quando sabe que este está sob os holofotes dos tribunais e dos seus inimigos. As insinuações às Máfias são constantes e tendenciosas e já não conseguem passar da simples intenção de fazer humor.
A RTP esgostou a imaginação. Deviam pagar-me para isso, mas vou-lhe dar gratuitamente uma sugestão:
há muitas figuras públicas, políticos, médicos, advogados, deputados, apresentadores de TV, etc., que foram acusados de abuso de menores e PEDOFILIA. Acaso estará a RTP interessada em fazer humor com esta gente?
Pelo menos, talvez prestassem um óptimo serviço à sociedade e impedissem esses doentes mentais de destruirem a vida de crianças indefesas.
Em alternativa (ou aditamento) podem também explorar o filão do negócio de "pneus" do Orelhas para provocar boa disposição ao público da província que tão carenciado dela anda.
Publicada por Rui Valente em Sábado, Julho 19, 2008
Etiquetas: Humor centralista

IN Blog RENOVAROPORTO

Nuno Araújo disse...

Muito bom o blog, paulo pereira podia linkar o meu blog chama-se Azul e Branco e o endereço é:

http://www.azul-branco.blogspot.com

visitem e comentem que eu agradecia muito.

Abraços

Anónimo disse...

Consulado Azul
FC.Porto supporters from all around the world.

http://consuladoazul.blogspot.com

Objectivo:mostrar que estamos por todo o lado.

Francisco disse...

Gostei muito do blog, acho que esta mesmo giro. Visita o meu, é sobre séries. Abraço

Bruno Pinto disse...

Paulo,

Parece que a badalada surpresa prometida pelo PC, afinal não será um grande nome, antes um jovem promissor vindo do Brasil. Isto foi o que eu li n'O Jogo. É verdade que o Lisandro dá garantias mais que suficientes, mas depois de tanto se ter falado, era bom que viesse mesmo uma boa surpresa...

Abraço.

Dragaoatento disse...

Olá Paulo!

É preciso não esquecer que ao que parece o ApitoFinal ainda está para durar...

Quanto à análise sobre o Plantel d'acordo.Acho porem que ainda é cedo para se tirar conclusões.
Com o tempo veremos quem na realidade vai salientar-se(afirmar-se) e quem vai ficar na sombra.
Por vezes e,não quer dizer que seja sempre,d'onde não se espera...
Estou convencido de que com a realização dos jogos,os jogadores vão ter ocasião de ganhar experiência e de limar arestas.E aí a "nata" vai vir ao de cima...quem tiver unhas é que vai tocar guitarra.
Quanto a nós simples espectadores,mas bons conhecedores,teremos então depois ocasião de apreciar,ajuizar e,exultar,se for o caso, ou depreciar o que espero não aconteça, para bem do futebol do nosso clube.

Abraço