29 de outubro de 2007

Vai buscar Tibi

Quem não se lembra dessa frase, tornada famosa pela forma peculiar de relatar o jogo de Amaro, no extinto Quadrante Norte. "E agora, Tibi? Vai buscar. Está no fuuuuuuuuudo do gol". Era mais ou menos assim, naqueles tempos em que os transístores eram reis e senhores e as tardes de Domingo eram passadas à volta de um, com um belo saco de tremoços. Saudades...

Tibi, nado e criado em Matosinhos, atleta do clube mais representativo da cidade, mudado depois, de armas e bagagens para a Invicta, num tempo em que verdadeiramente a rivalidade atingia foros de doença. Hoje em dia, essa mesma rivalidade deu lugar a um são convívio, expresso na troca de jogadores, jogando por empréstimo no popular Leixões...

O Porto, ainda com o jogo de Marselha na memória, entrou a todo o gás. Aliás. Entrou com o gás todo. Aos 7 minutos, o jogo estava [quase] resolvido. E o quase surge apenas e só como mera figura estilística, numa concessão à surpresa em que o futebol, às vezes, é fértil. Sete voltas do ponteiro dos minutos bastaram para que a equipa azul e branca colocasse em alvoroço o último reduto leixonense.

Lisandro [sempre ele], abriu as hostilidades, aproveitando da melhor forma um ressalto da bola num defesa, para se internar na área e fuzilar, cheio de estilo, as redes adversárias. O seu 7º golo no campeonato e o mais madrugador.

Ainda não se tinham esgotado os ecos das palmas e já Tarik, novamente titular, marcava o segundo, depois de uma aparentemente fácil troca de bolas com Lucho, seguida de um slalom dentro da pequena área, marcando um golo de belo efeito.

Os efeitos do Ramadão dissiparam-se, com o marroquino a comemorar exuberantemente o feito. Sim, o leitor poderá estar a entreolhar-se, de surpresa, pois a equipa aqui avançada, na antevisão da partida, não previa a sua inclusão no onze inicial. Jesualdo, novamente, mexeu na equipa. À já propalada ausência de Paulo Assunção, gozando um merecido descanso, e à titularidade do argentino Bolatti, o treinador portista optou pela manutenção de "Licha" na frente de ataque, preferindo o marroquino em detrimento da presença de Postiga.

E pronto, da minha parte bem que se podia ter terminado ali o jogo, devolvendo aos espectadores o montante equivalente aos minutos não jogados. A partida, perfeitamente controlada pelo Porto, entrou numa fase soporífera [a minha mulher adormeceu no sofá e eu joguei Football Manager, em simultâneo com o visionamento do jogo], com o Leixões perfeitamente incapaz de oferecer uma real réplica e o Porto jogando em ritmo de treino, para os desafios futuros que se avizinham.

Ainda houve tempo para uma lesão de Bosingwa, ele que de tão rápido que corre esquece momentaneamente as limitações naturais do corpo humano, para o já habitual penalty sonegado, depois de um evidente empurrão [ou atropelamento] a Quaresma e para a crónica substituição de Tarik, para a entrada de Postiga. Oitava vitória consecutiva e a promessa da continuação da polémica corrente, na blogosfera portista: importa ganhar ou jogar bem?

O jogo não terminaria sem novo golo de Lisandro, verdadeiramente "on fire", um regalo para a vista a forma de jogar do argentino, tenaz e combativo, aliando a essa entrega impoluta uma capacidade letal de finalizar.

Próximo cliente: Belenenses, novamente no Dragão, 6ª à noite.

4 comentários:

manuel ribeiro disse...

Venha o próximo, em mais um jogo morno e mesmo de adormecer. 3 pontos fáceis, pena a lesão do Bosingwa.

Abraço,

AZUL DRAGÃO disse...

Olha que este empurrão ao Quaresma só merece a medalha de prata .
A medalha de ouro pertence ao guarda-redes do Guimarães (jogo com o Leiria).

A questão "ganhar ou jogar bem"

Ganhando: a jogar bem ou a jogar mal , prefiro a 1ª

Perdendo :tanto me faz .

lucho disse...

Paulo:

Entrada fantástica, grande golo de Tarik. Adormecimento, gestão e novo golo de Licha. 8*3=24. A azia é grande em Lisboa e na AG do slb HOUVE grande contestação ao ditador Vieira. Ehehehe

JUIZ_IMPLACÁVEL disse...

O porto é a melhor equipa em Portugal, sem duvida.Só tolinhos ou facciosos cegos negam esta evidencia.Joga como uma EQUIPA, é um bloco.Saudações Leoninas.