23 de outubro de 2007

Role a Bola! Eu gosto é disso...


Eis-me de volta às lides de escriba…os motivos??? …Vai rolar a bola e é dela que gosto de falar!... Vai para 2 semanas que os Azuis não sentem o frisson da competição e logo para reinicio um teste de fogo, mesmo antes do regresso da competição interna (onde o trajecto tem sido incólume), as emoções vão levar-nos a terras de França, e o Vélodrome será palco de um teste de fogo para os Dragões.

Quarta-feira, Jesualdo e os seus mosqueteiros têm ensejo de poder escancarar as portas dos oitavos de final da Champions, mas para tal é obrigatório não perder. A derrota significa um atraso de 5 pontos para o rival e sem que isso redunde em situação aflitiva e irrecuperável para o apuramento é bom lembrar que o Liverpool em breve começará a arrepiar caminho e as contas podem complicar-se. Por esta altura e ainda com muito da estratégia escondida e com algumas dúvidas no que toca ao onze apresentar, torna-se importante perceber os dividendos ou défices que a paragem nos trouxe.

Logo à cabeça terá permitido recuperar alguma da fadiga acumulada, hipoteticamente o poder de fogo também saiu reforçado com as recuperações de Farias e Adriano, ainda que sem grandes minutos de efectividade na relva, e o Professor terá tido - apesar das folgas continuas - tempo para fazer assimilar melhor os conteúdos programáticos do sistema azul e branco. Desta feita a Selecção Alvi-Celeste poupo-nos Lucho a viagens e dispêndio da sua inegável classe, ao invés Fucile regressou uma vez mais a contas com traumatismo, o que somando à recuperação contra-relógio de Bosingwa nos coloca em palpos de aranha nas laterais.

Para fazer face a isto B.Alves capitalizou a sua chamada ao grupo de Scolari e viu reforçada a sua auto-confiança, tendo por seu turno Quaresma - apesar de criticado pelos meios de comunicação -à sido preponderante para o desfecho do resultado com o Cazaquistão. Com tantos dias de hiato futebolístico e se nada de anormal acontecer, estou em crer que apresentaremos a equipa base e pela 3ª vez consecutiva igual a das partidas anteriores, espera-se que o tempo não tenha esbatido a vontade de vencer e tenha reforçado o espírito, isso sim, na vontade de continuar a engrandecer o nome do clube além fronteiras, mormente nesta Europa cada vez mais una.

Sem medos, sem receios, sem calculismos exacerbados em Marselha temos de ser iguais a nós próprios, ávidos de vitórias e de preferência com um pouquinho de bom futebol, bem sei que o ambiente será de hostilidade, mas como diz o nosso Picollo (R. Barros), depois de Istambul estamos mais que calejados e cientes de que os adeptos só jogam em favor dos casa se o nosso Futebol não for capaz de lhes calar as imberbes bocas chauvinistas e até mesmo xenófobas.


A EQUIPA:

nota:Um pouco à margem de tudo isto ou até talvez não, realço a intrépida vontade de destabilização das hostes Portistas…à cabeça o facto de com surpresa ter visto escrito que o nosso clube perdeu um numero considerável de sócios em tendência contraria para com os nosso rivais, em ciclo tão vitorioso como o nosso algo vai mal no marketing e fidelização de associados. Depois e enquanto se discute a introdução de novas tecnologias ao serviço da verdade desportiva e se discute em Tribunal as redes de Alta tensão e os efeitos dos campos electromagnéticos, a verdade é que a tensão entre rivais da 2ª Circular está ao rubro apesar da Paz apaniguada entre presidentes, com efeitos colaterais nas exibições dos mesmos, mais de momento, os únicos campos electromagnéticos com efeitos maléficos na população portuguesa, só os que irradiam dos intercomunicadores, utilizados pelas equipas de arbitragem, com graves alterações ao nível da visão. Por ultimo Quaresma nomeado para bola de ouro sendo o único jogador português que actua na Bwin com citação para tal e em véspera de Jornada Europeia e com os mercados bem fechados por agora começarem cedo os assédios as nossas mais valias, desta feita é o Aston Villa segundo jornais britânicos a oferecer 18 milhões de euros por Bosingwa.

ps: Existem coisas que têm que ser devidamente realçadas e agradecidas. Por isso, um grande OBRIGADO ao Pedro Vagos pelo desenvolvimento dos novos templates. Se não fosse o teu mau gosto clubista eras um gajo 5 estrelas. Assim, ficaste pelas 4,5!

3 comentários:

dragão_cobalto disse...

se jogarmos concentrados e em equipa temos boas condições de somar os 3 pontos. lucho joga simples, quaresma parte a louça e licha não falhes é tudo o que pedimos. já agora tareco, se a baliza voltar a estar escancarada tenta rematar para a frente..

oportista disse...

Estou confiante num bom resultado e na nossa defesa, mas é sempre um jogo difícil, contra um adversário que mudou recentemente de treinador e começou a ganhar. Por isso acho que vai ser o mesmo jogo do que contra o Besiktas, de paciência e com momentos de aperto. É preciso ter coração forte mas também é por isso que esta é uma competição acima de todas as outras.

Abraço,

bruno sousa disse...

Sre vencermos ficamos com as portas do apuramento escancaradas. Não perder, como dizes Bruno, é crucial. Empatando, ficamos com 5 e depois recebemos os franceses e ai sim seria imperioso vencer para os ultrapassar, mas acredito que um empate seria muito bom, pois fariamos 2 jogos fora na 1ª volta, ficando depois com 2 em casa, suficientes para garantir o apuramento.

Abraço,