13 de setembro de 2007

Deja-vu

Podem dizer o que quiserem. Podem defender o brasileiro que, para alguns, é o salvador da pátria. Volto a repetir o que já aqui disse. Fosse outro o seleccionador, com as últimas exibições paupérrimas da equipa das quinas, e caía o carmo e a trindade neste País. Fosse outro o treinador com as péssimas opções tácticas que Scolari teve, e a crítica especializada arrasaria o técnico. Mas assim, voltamos ao de sempre, com toda a gente a assobiar para o alto. Inacreditável a sequência de resultados recentes de Portugal, com empates consecutivos e, pior do que isso, perdendo pontos em casa, sempre da mesma forma, perto do final do jogo.

Para isso contribuiu e de que maneira o "dedinho" do sargentão. Num curto espaço de 4 dias, Scolari consegue a proeza de terminar os jogos sem avançados, devido ao conservadorismo que sempre o caracterizou. Dessa forma, Portugal vê-se na contingência de ter que efectuar um forcing final, procurando desfazer os empates com Polónia e Sérvia, já com as substituições esgotadas e sem um avançado em campo. É obra. Deste, nem Couceiro se lembraria!

ps: Fico a aguardar ansiosamente a reacção da Federação ao gesto vergonhoso do seleccionador, agredindo um atleta adversário. Comportamento inadmissível, sobretudo quando se trata do mais alto responsável pela turma das quinas. Mas, como isto é mesmo uma república das bananas, Madail irá, mais uma vez, meter o rabinho entre as pernas...

12 comentários:

AP disse...

Mas vocês viram alguma coisa de anormal?
Foi só um desentendimento normal no futebol...

Agora a sério. Foi mau demais.

Sr Scolari, só tem 1 caminho: DEMISSÃO

Anónimo disse...

http://www.voteyourteam.com/

E vocês já votaram hoje?

Vá lá o FCP precisa de mais votos.

Podem votar de hora em hora.

victor costa disse...

Foi mais um jogo VERGONHOSO dos nossos jogadores! Uma 2ªparte de absoluto lixo, sem um passe de jeito. Como conjunto não existimos, + uma vez, não há entrega nem fio de jogo! A TV poderia não ter focalizado tanto o incidente final, embora lamentável, nem que seja em jeito de resposta. Não podia! Quanto ao árbitro e fiscal: Parabéns! Se a intenção era tirar-nos pontos, foram fantásticos.

Paulo Pereira disse...

Sr. Vitor, convenhamos k se a exibição não foi famosa, na 2ª parte, ela deveu-se não a uma menor entrega por parte dos jogadores, mas às erradas substituições e à estratégia de defender o resultado, que terminaram infelizmente da forma k se viu. Não concordo k a TV devesse ter agido de forma diferente. Este tipo de comportamentos tem k ser definitivamente erradicado dos jogos das nossas selecções, sistematicamente envolvidas em situações idênticas.

Abraço,

jbs disse...

Sairam todos da toca!!! Em vez de defender a selecção, roubada de forma escandalosa pelo Merk,aparecem uns quantos a atacar o Scolari de forma raivosa. Devem querer lá o Oliveira ou o Domingos, não?E que se passa que a federação não se pronuncia sobre estes roubos? Desde o Euro 2000 que temos sido sempre prejudicados por arbitragens escandalosas, e nem um piu, nem mesmo nos dosi jogos em que foram inventados os penalties para o zidane marcar?

Paulo Pereira disse...

Caro JBS,
Saído da toca, até agora, só mesmo tu, como defensor intransigente de Scolari. Contudo, se aceito uma opinião contrária à minha, nesta questão, convêm não nos deixarmos levar pela emotividade. Se é certo que ontem Portugal se pode considerar espoliado pela arbtragem, colocar no mesmo saco as duas derrotas perante a nossa "besta-negra", a França, como se estas se tivessem devido aos homens do apito, tiram-te toda a credibilidade. Esse fundamentalismo intransigente fica mal, pois foi evidente, em ambos os jogos, k os penaltys existiram, tendo sido correctamente marcados.

Não percebi bem foi essa referência a Domingos ou Oliveira, tentando de forma pouco subtil transformar a questão da eventual substituição do brasileiro numa questão clubista. Nada de mais errado, pois tb é bom de ver k os 6 milhões de palermas k endeusaram Vale e Azevedo e Scolari, nunca deixariam isso acontecer. Uma das características para ser o futuro seleccionador é o saber afrontar o FCP. Nesse caso, podes dormir descansado. O substituto de Scolari terá as mesmas características.

jbs disse...

Só me insurgi contra a crucifcação k está a ser levada a cabo...
O nosso país é o que é porque os nós não gostamos de nós próprios. Não defendo o sr. Scolari, mas é incrível a autêntica crucificação que lhe é feita pela imprensa portuguesa (em Espanha seria diferente, por isso é o pais que é). Esta hipócrisia da isenção só é válida para a selecção, pois tenho visto alguns jogos de certos clubes em que a isenção se fica a vestir. Basta ver isto: foi preciso acontecer o que aconteceu para FINALMENTE hoje as 1ªs págs. dos 3 jornais ser a selecção. Portugueses??

Paulo Pereira disse...

De volta? E sempre com o mesmo discurso onde se mistura o patriotismo bacoco com a demagogia pura. Em Espanha, país k pelos vistos veneras (tás sempre a tempo de te juntares ao Saramago) as coisas são tratadas da mesma forma. Lembro-me, só para exemplo, de um incidente captado pelas caras televisivas, em k o seleccionador espanhol Aragones, numa conversa com Reyes, jogador do Arsenal, chamou "preto de merda" a Henry, numa história k fez correr muita tinta.
No entanto, e para te contradizer, todos os jornais espanhóis exploraram o tema, bem como as tv's. Não confundiram serviço público e informação com falsas lições de patriotismo.

Tavas bem era na juventude hitleriana!

Bruno Pinto disse...

Não peço a demissão de Scolari, nem esse será, estou certo, o melhor caminho, nesta altura. Agora há que convir que esta fase de qualificação tem sido uma vergonha, em que o seleccionador tem acumulado erros atrás de erros. Portugal tem jogado de forma paupérrima, ontem foi só mais um exemplo. A scoisas têm que mudar e muito, sobretudo ao nível da atitude e vontade de ganhar, tanto dos jogadores no relvado, como a partir do banco. É inadmissível que uma selecção tão forte, composta por jogadores magníficos, jogue tão mal.

Quanto ao incidente final, foi estúpido e lamentável. Merece uma punição severa por parte da UEFA, já que a FPF, estou convicto que continuará a assobiar para o lado. O Madaíl não tem pulso para pôr o Scolari na ordem.

Pedro Vagos disse...

Obviamente perdemos porque jogámos pouco, porque o brasuca escalou um 11 um pouco duvidoso, pq fez umas subsitituições de merda e porque fomos sem dúvida nenhuma escandalosamente roubados!
Depois disso o homem quase que enfiava um valente soco no àrbitro... mas não enfiou! Falhou, por um triz, mas falhou. E se quando o Sá Pinto acertou o passo ao Artur Jorge e não foi irradiado, qd o JVP fez o que fez e não foi irradiado, quando em muitas jornadas do nosso campeonato há agressões que o àrbitro nao vê e ninguem faz nada, porque raio é que agora todos querem a cabeça do Scolari? Ele nem acertou! Castigado? Sim, 3 ou 4 jogos na bancada não lhe farão mal! No ordenado? Claro, é onde lhe vai doer mais! - Agora mandar o homem embora... parece-me demais.

Paulo Pereira disse...

Pedro, convenhamos que estás a fazer a apologia do teu futuro director desportivo:)
3 ou 4 jogos??? Atão o Zequinha saca um cartão ao árbitro e é suspenso UM ANO e o brasileiro intratável, k tenta agredir um adversário, k moralmente teria k dar o exemplo, saia com 3 ou 4 jogos? Tá bem tá...

K fique frisado k quero Scolari até ao final do contrato. Uma substituição agora seria o golpe final da já de si problemática campanha de apuramento. Ele k fique, k vença os jogos k faltam - sinceramente, não parece uma tarefa do outro mundo - e depois, qd Madail sair - se este cona cumprir o k prometeu - k Scolari vá junto. E abre-se um novo capítulo na Selecção, pós Euro 2008.

Candidatos não faltam, com curriculos impressionantes, pois o ordenado milionário k se paga ao brasileiro dá para contratar quase todos os treinadores. E, neste momento, treinar a nossa selecção, com os craques à disposição, tornou-se um emprego atractivo.

Desde já um nome vetado: Manuel José. Se esse cromo vem, mudo de nacionalidade. Prometo!

Pedro Vagos disse...

Paulo... o Zekinha não foi suspenso... apenas foi desaconselhada a sua convocação aos treinadores. Não houve 1 castigo formal. Qd sugeri os 3/4 jogos, estava a pensar que ele só pudesse estar no banco na fase final do Euro, caso consigamos o apuramento, que no fim de contas, continua bem acessivel.
E se te lembrares, também houve em tempos uma selecção Sub-21 que ajudou a remodelar um balneario em FRança e sobre esses não caiu nenhum castigo... portanto, 3 ou 4 jogos e uma multa pecuniária, parecem-me bem (até pq o homem quase nao acertou no outro, logo, o gesto tecnico foi deficiente, o que não engrandeceu o Boxe português).
Depois do Euro, concordo que será tempo de mudança... e se for o Manuel José, faço como tu, mudo de nacionalidade! Apre!