9 de agosto de 2007

Frases Famosas III

Ora atentem bem nesta pérola:

"Ricardo é do Bétis desde pequenino".

A frase, destacada num desses pasquins diários dedicados ao desporto-rei não permitia leituras dúbias. Ricardo, ex-guarda-redes leonino, abria o coração e deixava extravasar os seus sentimentos. Numa reportagem sobre a sua saída do clube de Alvalade, em direcção à tórrida Sevilha e ao seu clube menos vencedor, Ricardo desnudava-se sentimentalmente:

"Podia ter ficado no Sporting, que esta época vai disputar a Liga dos Campeões, tive oportunidade de ir para Inglaterra ou para outra equipa espanhola mas, quando me falaram do Bétis, disse logo ao meu empresário: é para aí que quero ir!Perguntaram-me porque não ia para Inglaterra e a minha resposta foi a de que o Bétis é um clube especial que está a fazer um grande esforço para formar uma boa equipa e chegar aos lugares que merece (...) Na época passada, sem ter a menor ideia de que viria para este clube, sofri até ao fim do campeonato para que o Bétis não descesse de escalão. Perguntava-me como era possível que o Bétis estivesse a passar por uma situação tão complicada. Antes de vir já era bético. Quando se sente no coração o clube que se representa, o trabalho faz-se com muito, muito mais gosto"

Fiquei boquiaberto. Estupefacto. Por esta não esperava eu. Comprova-se algo que toda a gente que liga ao fenómeno futebolístico em Portugal suspeitava. Ricardo tem um QI inferior ao do Forrest Gump. Ou isso, ou acha que toda a gente é parva. Só pode. Todos sabemos de onde vem esta aparente fidelidade canina ao clube espanhol. A rábula que deu origem à sua saída do Sporting, escorada na pretensão de ganhar mais - ou pagar menos impostos, o que dá no mesmo - liminarmente recusada pelos dirigentes do clube do visconde, é agora, por Ricardo, camuflada com esta suposta empatia com o Bétis. Nada mais falso. Ricardo é, como muitos colegas seus de profissão, um mercenário. Os seus pensamentos são povoados com carros reluzentes, mansões descomunais e prémios de jogo chorudos. O apego a um clube está umbilicalmente ligado ao número de zeros do contrato assinado. Este não é diferente. Apenas no facto de tentar fazer dos outros tontos numa história em que o Rei vai nú...


4 comentários:

Anónimo disse...

http://www.voteyourteam.com/

Vamos elevar o nome do nosso Grande FC PORTO.

Votem agora, e 1 hora depois podem voltar a votar.

bruno sousa disse...

Esse frangueiro não se enxerga mesmo. Levou logo 4, no dia da estreia, em casa, com uma equipa da 2ª B. Achei hilariante essa de ser do Betis desde pequenino. O tipo pensa k foi para onde? Para o Barcelona?

Dragaopentacampeao disse...

Bom, essas declarações só comprovam a figura ridícula da personagem!

Outra coisa não seria de esperar. Para mim não constitui surpresa.

Há gente que se julga grande por se por em bicos de pés! Coitado!

tiago pimentel disse...

Rídiculo, no mínimo, o Ricardo. Já não bastava a vozinha irritante e aquela inveja enorme acerca do Baía, vemos que o protegido do Scolari também quer ser como os outros, com contratos chorudos e em grandes equipas. Como não há disso, trata de colocar-se em bicos dos pés, nem que seja preciso fazer esse papelinho na imprensa. Coitado, mais um que vai ter um triste fim.

Um abraço,