10 de agosto de 2007

Eles não sossegam

Mais do que informar, parece-me que o grande objectivo do "Correio da Manhã" seja mesmo o de atacar, diariamente, o Porto. Podem ler também a que é que eu me refiro. Atentem nisto!

Já não bastava o condicionamento criado por Filipe Soares Franco, findo o Torneio do Guadiana, com críticas à arbitragem que o mais desatento apenas acharia desajustadas, face ao caracter amigável do jogo, a campanha de pressão para o jogo da Supertaça conhece novos desenvolvimentos. Utilizando uma prática já gasta por anos e anos de inverdades, mentiras sistematicamente repetidas e verdades camufladas, o jornaleco do grupo Cofina dá destaque a uma pretensa cunha de Pinto da Costa para ajudar à promoção de...Bruno Paixão!

Claro que, a poucos dias da Supertaça, e isto apesar de nos encontrarmos ainda no início da temporada, os abutres não perdem tempo, procurando de todas as formas denegrir tudo o que esteja relacionado com o azul e branco. O leitor comum, que antes de ir para o emprego compra o jornal, ou aquele que, de férias, dá uma saltada à livraria mais próxima, mais preocupados com assuntos prementes das suas vidas, apenas passarão os olhos pelas linhas escritas, ficando desde logo com uma idéia errada da situação. O que é que vocês acham que eles vão pensar?

"Lá estão estes gajos como querem. Um árbitro dos deles", pensarão uns milhares. Os outros, pouco interessados nestas coisas do pontapé na bola encolherão os ombros e cogitarão para si mesmos: "Como sempre, têm tudo controlado". E assim, artigo a artigo, notícia a notícia, estes cabrões levam a água ao moinho. Acham que é exagero da minha parte, ou mania da perseguição? Não me parece...

Quantos, ao lerem aquela verborreia, associarão o nome do árbitro aquele célebre jogo em Campomaior, onde foi perpetrado um dos maiores atentados à verdade desportiva neste País? Muito poucos, digo-vos eu...

Quantos leitores desta imprensa de merda saberão que, no rescaldo desse Campomaiorense-Porto, o título foi entregue numa bandeja de prata ao Sporting, por acaso, e só por coincidência, o nosso adversário na Supertaça? Quase nenhuns, aposto...

Sem pudor, deixando de lado a timidez que os tolhia, os ataques são sistematicos, escudados no "colinho" do Apito Dourado, ávidos de protagonismo, ansiosos por fazerem mossa. O futebol, cá no burgo, deixou de ser um desporto. Até um negócio. Passou a ser uma guerra. Onde vale tudo. As armas de arremesso, usadas por uma imprensa esquecida de códigos deontológicos, regras éticas ou imparcialidade de comportamentos, comprovam isso mesmo.

Não podendo ficar quieto ao ver isto, é tempo também de os blogs portistas terem uma palavra a dizer. De se fazerem ouvir. Apesar de o Porto se poder queixar, com toda a propriedade, de Bruno Paixão, alguém ouviu uma crítica ou lamento provenientes da Invicta? NÃO!

Neste início de temporada, já fustigados por alguns erros dos homens do apito, foram dadas à estampa críticas, revolta ou algum outro sentimento que possa ser considerado condicionante, em relação ao sector arbitral? NÃO!

Por isso, é bom que depois não venham acusar o FC PORTO de contribuir, de alguma forma, para o descrédito do futebol português, de alimentar um clima de crispação, de utilizar permanentemente uma táctica de guerrilha. Esse barrete, a nós, não nos serve. Mas existem várias cabeças já à moda de o utilizarem...

6 comentários:

Anónimo disse...

http://www.voteyourteam.com/

Vamos elevar o nome do nosso Grande FC PORTO.

Votem agora, e 1 hora depois podem voltar a votar.

carlos soares disse...

Paulo, mais uma vez dás voz à revolta que os portistas sentem. Contundente, tratando pelos nomes próprios essa gentinha. O correio da manhã é execrável, com constantes notícias difamatórias, tentando atacar de qualquer forma o Porto. Sábado, esta nova atoarda, merecerá, por certo, a resposta adequada: a vitória na Supertaça!

Um abraço,

tiago pimentel disse...

Paulo, nada a que não estejamos já habituados. São pasquins e está tudo dito. Comparo esse jornaleco aos tablóides ingleses, sempre à procura de polémica, sempre ávidos de escândalos, nem que tenham que os criar. Fico é feliz por saber que cada vitória nossa é um sapo que lhes custa a engolir. Esperemos que sábado fiquem com mais um atravessado.

Bom fdsemana

paulo grave disse...

Ora nem mais. É mandá-los a todos para aquele sítio, que é om que eles merecem.
Aos nossosm inimigos eu desejo longa vida, para assistirem às nossas vitórias. Esse é o mal que lhes desejo.

Paulo Pereira disse...

Olha, andas perdido por aqui, Paulo:)
Olha que isto chegou a um ponto que só à vassourada é que vai ao sítio. Vassourada ou bastonada...

Anónimo disse...

Por mim, não metiam mais os pés no Dragão! Até a puta já é colonista! Uma campanha vergonhosa que fazem diáriamente contra o FCP!
Deixo um apelo aos portistas: não comprem o Correio da Manhã