4 de junho de 2007

Bebés chorões!


Atentem na seguinte pérola:

"A confiança estava lá e quando o treinador nos dá confiança é mais fácil marcar. No Porto não marcava porque o mister decidiu deixar-me no banco. É impossível marcar golos no banco". Postiga, após o final do jogo da Selecção na Bélgica.


Parece ter-se tornado moda, nos últimos tempos, a crítica sem quartel a Jesualdo. Confesso que me provoca alguma confusão que jogadores, principescamente pagos, ao serviço da uma entidade patronal, não se coibam de publicamente criticar o "chefe", neste caso personificado pelo treinador portista. Já não bastavam os bébes chorões brasileiros (Ibson e Bruno Moraes), escudados em pais empresários, agora também Postiga, dando ideia de que algo não vai bem nos domínios do Dragão. O mal-estar, latente durante grande parte da época, mas mesmo assim perceptível em episódios regulares - Bosingwa e supostamente Paulo Assunção, em Paços de Ferreira - parece agora estilhaçado, em alturas do defeso, provavelmente alimentado por empresários sem escrúpulos.
Estranho é que, até agora, a única voz a fazer a defesa e apologia dos métodos de Jesualdo, foi Vitor Baía. Quanto aos insatisfeitos, quanto a mim, têm bom remédio: desaparecem da vista e vão auferir o ordenadinho para outro lado, já que estão tão descontentes. Com Mourinho, a situação de Postiga era facilmente resolvida. Umas belas semanas na equipa B e aposto que a humildade rapidamente se sobreporia às pretensões de protagonismo individual.

4 comentários:

Jorge Almeida disse...

O mal estar na equipa parece-me evidente. As declarações de Postiga só confirmam isso mesmo. Andava tudo camuflado, só que agora, com as férias à porta e clubes interessados, alguns querem forçar saidas. Foi assim com Zahovic e o seu empresário, se bem se lembram. Postiga tem é que estar calado. Se o seu substituo na equipa não tivesse feito a diferença, ainda podia reclamar, mas Adriano fez o que ele não andava a fazer: golos!

Anónimo disse...

http://www.voteyourteam.com/Europe/Portugal/FC-Porto.aspx

Tá a ir lá votar, s.f.f!

BlueDragon disse...

O título está bem encontrado. São um meninos mimados, que não sabem quais as suas obrigações, com egos desmedidos para aquilo que jogam. Por mim, não envergavam mais a camisola azul e branca.

BRUNO ROCHA disse...

O Postiga nao estava a falar do Jesualdo, mas sim do Scolari.
Ele nao marca golos na seleçao se estiver no banco enquanto Nuno Gomes joga a defesa central da equipa adversaria...Ehehehe