5 de junho de 2007

Anda tudo louco!


Uma promessa, desde já. Hoje não me vou insurgir contra a venda do Anderson. Já está. Consumatum est! (o meu professor de latim no Liceu ficaria orgulhoso desta citação). Não falo disso, mas continuo a falar da política (ou ausência dela) de contratações do clube. Contratou-se, no início da época passada, Luís Castro, com funções abrangentes. Toda a área do futebol jovem seria, a partir de então, gerida por ele. Ingénuo, como sempre, pensei que seria desta que o Porto começaria a aproveitar alguns dos jovens jogadores, que ano após ano, têm encontrado um sinal de sentido proibido quando procuram ascender à equipa A. Das duas uma: ou as camadas jovens não produzem ninguém de valor, algo que é prontamente desmentido pelos inúmeros títulos dos escalões jovens, ou ninguém sabe o que anda a fazer. Mas fiquei convicto que desta é que era. Chega a época ao fim e somos confrontados com mais do mesmo. Vai-se Anderson (lá acabei eu por falar nele), vem Lino (quem?) e Fernando. Pelo meio, o altruísmo continua. Nada menos do que 4 jogadores vão reforçar o Leixões. Se da qualidade de Ezequias e de Pitbull já nem falo, pois o problema agora é das gentes de Matosinhos, fico espantado por, época após época, continuarmos a sustentar ordenados a estas pretensas vedetas. Não seria mais vantajoso dispensá-los, simplesmente? A eles, e ao filho da puta que teve o descaramento de avalizar a contratação de jogadores tão inenarráveis. O pior nisto nem são estas duas aberrações brasileiras. Vieirinha e Paulo Machado também receberam guia de marcha, com o mesmo destino. Ou seja, Paulo Machado, nado e criado no clube, com imenso talento, é preterido, enquanto se vai buscar Fernando ao Vila Nova (mas que caralho de nome é este?), de uma das divisões secundárias brasileiras e que tem como cartão de apresentação, para além de ter jogado na mesma selecção de Eliézio (outro que tal), ter arreado num árbitro (ah valente!). Ao que isto chegou. Vai uma aposta que é mais um para emprestar, durante os 5 penosos anos de contrato? Vieirinha, com uma excelente pré-temporada, ainda sob a égide de Adriaanse/Rui Barros, sofreu um estranho eclipse, sendo agora “convidado” a um estágio remunerado no Leixões. Anda tudo louco, é o que é!!! Atão o Vieirinha recebe guia de marcha e aquele "diamante em bruto", chamado Alan, continua a ter lugar no plantel. E depois não querem que um gajo ande a dizer asneiras????
A loucura não deve terminar por aqui. Estejam atentos aos próximos dias. Enquanto não vir Carlos Martins noutro clube, não fico descansado. Ainda resolvem ir buscar esse pedante ou o anão do Benfica. Se o fizerem, bem que se lixam, que deixo de pagar quotas…

5 comentários:

Pedro Vagos disse...

eh eh eh!! A Azia grassa no mundo azul e branco!!!! Uma coisa é certa, com a honrosa excepção da lagartada, os sectores de formação dos clubes são umas verdadeiras anedotas. Quanto a mim não servem para mais do que para justificar o pagamento de honorários a certos e determinados amigos e conhecidos... O triste é que isto é a regra do país, não só do futebol! Em relação a novas contratações, parece que o Carlos Martins vai para espanha, portanto por esse lado podes ficar mais calmo. Quanto ao Rui Barros italiano... já não digo nada - eles querem 8 milhões, vocês têm dinheiro, às tantas, se o empresário fizer parte do rol de amigalhaços que anda a mamar à conta do clube, ainda levas com o gajo!
Em relação aos tipos que vão para o Leixões... diz-se por matosinhos que é para garantir os 6 pontos, e que foi essa uma das razões que levou o vitor Oliveira a demitir-se. Mesmo que não seja, e que seja apenas para os gajos não ficarem pelo dragão a atrapalhar... não seria melhor entregar-lhes os passes e mandá-los passear???? alguém se acredita que o Leixões vai pagar o ordenado por inteiro, principalmente o dos Brasucas??? Os 2 putos dos escalões de formação... quem sabe... às tantas se trocarem de empresário pode ser que consigam ficar no plantel principal.

Bruno Sousa disse...

Paulo, é a triste realidade nacional. Formação é algo, tenho que dizê-lo, quixotesco, com excepção do Sporting. O Porto sempre teve, tem e continuará a ter excelentes jogadores oriundos da formação. Eu até aceitaria o seu empréstimo, no 1º ou 2º anos, para jogarem mais assiduamente. Mas continuamente? Não! Mais vale a rescisão. Qualquer dia temos centenas de jogadores sob contrato. E para quê? O que sentirão Vieirinha, Bruno Vale e Paulo Machado? O novo reforço, Fernando, é melhor do que Paulo Machado? E Alan do que Vieirinha? Duvido em ambos os casos. É também com alguma apreensão que espero pelas novas contratações. Precisavamos de um defesa-esquerdo e quem é que eles foram buscar? Antunes? Claro que não! Lino, 29 anos...Isto será possível? O Antunes, com 20 anos e enorme margem de progressão é preterido pelo Lino, que jogou numa das defesas mais batidas do campeonato? O Ibson vai embora, e vamos buscar o Fernando? Não concordo com as criticas feitas pelo Ibson nem pelo Bruno Moraes, mas lá que o Ibson tem valor para ficar no plantel, lá isso tem. A ver vamos, como diz o cego.

André Leitão disse...

Paulo, é um ponto de vista, mas não tão linear quanto parece. Até reconheço razão nos protestos contra o não aproveitamento dos jovens provenientes dos escalões do clube, mas o Porto, se é certo que contrata alguns jogadores duvidosos, é certo que tem sabiso estar no mercado, como o comprovam os títulos ganhos, ano após ano. E eu, sinceramente, não me importo de levar com Sonkayas e parecidos, se também vierem Pepes, Decos, Andersons, Luchos. Mas friso, o Porto deveria aproveitar melhor os jovens, sobretudo aqueles de que falas, Vieirinha e Paulo Machado.

Um abraço,

Paulo Grave disse...

Eh eh eh! Um dia destes levas um arraial de pancada de algum jagunço. Ainda ficas pior do que o Bexiga...lol. Deixa lá os gajos ganharem o deles. Não nos podemos queixar, pos a nivel desportivo não damos chances. E isso basta...pelo menos para mim.

Insurrecto disse...

É para aprenderem! Agora, tenho quase a certeza de que o vosso presidente vai buscar o Miccoli. Essa é que é a bomba que ele tem programada. Não que o Porto precise dele, mas só para chatear. E à pala disso vão 8 milhões à vida. Mas continuam a votar no gajo...enfim...