12 de fevereiro de 2009

E agora, por onde anda a paladina?

Pinto da Costa não vai a julgamento no "caso da fruta"!

notícia do JN

O mediatismo, de um momento para o outro, transformou-se num estranho caso de auto-isolamento, uma reclusão imposta pelo decoro, se é que Maria José Morgado e a sua equipa de "investigadores" sabe o que isso é. Depois de depauperarem o erário público, gastando milhares numa cruzada espúria, construindo um pretenso caso sobre os alicerces fajutos resultantes do testemunho de Carolina Salgado, a procuradora mais idolatrada deste País colecciona...mais uma derrota. Alguém lhe pedirá satisfações? Onde andam agora os pressurosos jornalistas, tão diligentes a entrevistas a cadavérica mulher das leis? E todos aqueles que se aprestavam para, numa espécie de orgia sensorial, linchar Pinto da Costa no julgamento, vão engendrar o quê, desta feita?

3 comentários:

Anónimo disse...

13-02-2009 LABAREDAS

Castiguem-nos!

O Labaredas não ficou indiferente ao ruído do histerismo: «Castiguem!». Numa manhã marcada pela falta de equidade jornalística – as manchetes só servem para punições prévias e «esquecem» os arquivamentos de processos -, os pasquins do costume dão eco a tentativas amorfas de fazer queixinhas. É uma espécie de estrebuchar desesperado.

Melhor que qualquer psicólogo, sentenciam intenções, tornam-se especialistas em motricidade e vestem a pele dos juízes. Faz parte do desatino, da manipulação, da falta de jeito. Pelo Labaredas, está tudo bem. Castiguem-nos!

Peçam castigos por sermos os melhores, por sermos Tricampeões, por sermos admirados além fronteiras. Força! O F.C. Porto, o Estádio do Dragão, o Rio Douro. Castiguem tudo! Castiguem a Torre dos Clérigos, que está ali há anos, acampada, em fora-de-jogo, claramente adiantada em relação à penúltima árvore do Jardim da Cordoaria. Queixem-se à vontade, clamem pela justiça que mais vos aprouver. Nós vamos continuar a ganhar!

Anónimo disse...

Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009
Quase quatro milhões desaparecidos

Manda a justeza e o rigor que faça um novo post para emendar um anterior, que remetia para uma notícia de O Jogo Online no passado dia 11. É que o Expresso Online de hoje destaca uma peça da Agência Lusa, também de hoje, que ressalva e rectifica os números da notícia anterior, embora ambas com a mesma fonte: a empresa alemã de marketing "Sport+Markt". E o que dizem as notícias de hoje? Que afinal há 2,2 milhões de adeptos benfiquistas em Portugal, 1,3 de portistas e 1,1 de sportinguistas.
São, porém, números que reforçam a minha opinião. Nada me move contra o Benfica, nem contra o Sporting e apenas uma saudável irracionalidade - como todas as paixões o são - me move a favor do meu clube, o FC Porto. Mas são números que, enquanto cidadão e nortenho, me fazem reflectir sobre o excesso de zelo para com as virtudes dos vermelhos de Lisboa e o excesso de desconfiança para com as virtualidades dos azuis/brancos do Porto.

Trabalhei em jornais durante mais de 20 anos, permaneço ligado ao mundo da Comunicação e do Marketing e passo a vida a ouvir - aquilo que não se diz declaradamente aos leitores e aos consumidores - que os operadores neste mercado devem dar maior protecção ao Benfica pois tem "muitos mais adeptos". Tantos "mais" que os privilégios de comunicação e marketing deveriam estar tão concentrados na Luz como as vacas são sagradas na Índia.

Ora, com estes números, a coisa parece que não tem que ser necessariamente assim. As "contas" estão equilibradas. E eu pergunto? Será que vale a pena menosprezar e tratar como provincianos mais de um milhão a Norte, e ser condescendente e paternalista com o outro milhão verde a Sul?
Tenho para mim que estes números, finalmente números conseguidos com rigor e ciência, poderão mudar a forma de olhar as coisas, poderão transformar-se numa ferramenta essencial para compreender melhor o fenómeno desportivo português. Para o bem ou para o mal.

PS. Agora importa perceber quais foram os critérios que prevaleceram nos questionários e interpretações do estudo do INE! Lembro-me de ter um professor que dizia: levei um frango para casa. Lá somos quatro. Comi o frango sozinho. Estatisticamente, cada um de nós comeu um quarto de frango... Como Português e Portuense, estou um bocado farto de inquéritos que só dão algumas possibilidades de resposta... a que depois chamam estudo!!!
In Rock Santeiro

AZUL DRAGÃO disse...

..."vão engendrar o quê, desta feita?"


Paulo:

Vão comer banana !