7 de novembro de 2008

Dois pesos e duas medidas...

Jorge Maia, no Jogo

"Se há alguma coisa que os últimos dias tornaram particularmente evidente foi a existência de dois pesos e duas medidas para avaliar o comportamento das equipas portuguesas na Europa. O mesmíssimo apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões que o Sporting reclama como histórico e excepcional, o mesmo apuramento que serve para caucionar todo o projecto desportivo e financeiro do clube de Alvalade, esse apuramento milionário, não passa de uma banalidade recorrente para o FC Porto. Uma espécie de rendimento mínimo garantido que só merece honras de primeira página e o estatuto de histórico se não for atingido. E é por isso que, se Paulo Bento tem legitimidade para considerar que o tratamento dispensado ao Sporting por alguma Imprensa tem sido asqueroso, é preciso alguma imaginação e um curso intensivo de caserna para adivinhar que adjectivos utilizaria Jesualdo Ferreira para descrever o tratamento que tem sido dispensado ao FC Porto. "

3 comentários:

dragao vila pouca disse...

Pois, mas o J.Maia também devia olhar para o seu jornal.
Ainda ontem, ou onteontem, o director - Manuel Tavares - e um cronista - Tadeia - vieram com uma conversa que parecia que só o Benfica é que coloca ao dispor dos jornais, matéria para para notícias.
E as capas uma para norte e outra para sul...?! As capas deviam ser iguais e privilegiar, com destaque, quem o justifica. Assim, desta forma, aquilo não é jornalismo, mas comércio.
Então o Tadeia, faz de nós uns anormais, que só compramos jornais por causa dos títulos das capas.
Um abraço

lucho disse...

Excelente, como sempre, o Jorge Maia. Era assim um Assessor de imprensa q necessitavamos:)

Tripeiro Conbictu disse...

Divulguem este roubo de igreja. Unam-se portistas... . Isto foi uma vergonha, que não pode passar em claro.

Lances de clara extorsão, passíveis de serem investigados pelo Ministério Público:

Minuto 8 - Lidson agride com o cotovelo Fucili; lance para cartão vermelho directo; o árbitro nem amarelo deu...;
Minuto 62 - Toque deliberado de Pulga sobre Hulk na grande área verdinha; Penálte por assinalar e faltou o respectivo amarelo a Pulga;
Minuto 64 - Pulga levou o 1º cartão amarelo quando devia ser o segundo;
Minuto 68 - 2 penáltes por assinalar; Rui Patrício na sua área, agride barbaramente Hulk; Quando este se encontrava no chão, Caneleira agride-o ao coice de forma subreptícia e cobarde tal como um pónei desmamado; Nestas duas agressões, ficaram por assinalar dois penáltes e outras tantas expulsões; o Caneleira devia ter sido admoestado com o cartão vermelho directo e não com o 2º amarelo; o Hulk nada fez para ter levado amarelo, ou melhor, a sua habilidade, técnica e força fizeram com que levasse umas boas porradas dos dois defensores do Sportingue!;
Minuto 73 - Lidson leva o 1ºamarelo por conduta violenta sobre o Bruno Alves!!! Este tipo andou 112 minutos a mais em campo!?! Razão tinha o pai do Bruno Alves, quando disse para repararmos no número de faltas de Lidson e na sua forma selvática, violenta, brutesca e animalesca, como trucida os seus oponentes.
Minuto 116 - Rocha agride Rola na grande área do Sportingue; Penálte por marcar e respectiva expulsão de Rocha;
Minuto 117 - 2º amarelo a Hulk originando a sua expulsão; Em relação ao 2º amarelo de Hulk nada a dizer, mas e o 1º que foi dado de forma injustíssima?!?

Os Lances do Sportingue:

Minuto 87 - Rola joga a bola com a mão; penálte por assinalar; Devia ser exibido o cartão amarelo a Rola;
Minuto 109 - pseudo-obstrução de Bruno Alves sobre Abelha na grande área portista; quando muito daria direito à marcação de um livre indirecto (palavras do Sr. Rui Tolo); Caso a falta fosse assinalada, o nosso central teria que levar o 2º amarelo e consequente vermelho. Na minha opinião, o Abelha é quem provoca o contacto, mas dou esta falta ao desbarato; "

in http://tripeiroconbictu.blogspot.com