4 de junho de 2008

A escória

O País hoje rejubilou. Pelo menos parte dele. Os frustrados do regime tiveram a sua prenda de Natal antecipada. A decisão da UEFA, esperada, foi extremamente penalizadora para o clube da Invicta. Não servindo de paliativo, sabe-se agora que a correlação de forças era claramente desiquilibrada, colocando o Porto numa situação, desde logo, complicada...

Convenhamos que, neste caso, se tem que dar o mérito a quem o merece. Patrocínios de filmes, financiamentos de livros, colocação de pessoas em postos-chave, pressões mediáticas, tudo numa espiral de inveja e ódio que tinha apenas um fito: a destruição de Pinto da Costa e, por arrasto, do clube que colocou um fim ao monopólio de títulos sulistas. O trabalho de sapa, feito pelos correlegionários, conseguiu o seu troféu de caça...

Desde há muito que se verificava que este ataque não era apenas mais um. Era O. Massivo, visando denegrir um clube secular. Em parte isso foi bem sucedido.

O impacto da não presença na Champions será tremendo. 12 milhões, grosso modo, que não entrarão no cofre azul e branco, correspondente a cerca de 15% do seu orçamento. Pior será a dificuldade de contratar algum nome internacional, com um ano sabático nas competições europeias...

Mas isso são preocupações para depois. Agora, mais do esgrimir argumentos internos, criando-se facções distintas, importa a UNIÃO. Essa sim, será indispensável à criação de um ambiente vencedor, ajudando o clube a ultrapassar a fase negativa...

Continuo a achar, como o fiz anteriormente, que o não recurso à decisão de subtracção dos 6 pontos, foi a mais correcta. O Porto clube continuou representado, nas mais altas instâncias judiciais, pelo recurso do seu presidente, evitando dessa forma que os pontos fossem retirados na próxima temporada. Poderão argumentar que, recorrendo, o Porto poderia vencer. Sim. E o Elvis Presley está vivo. O Pai Natal existe. E a Justiça desportiva portuguesa não está viciada. Tudo balelas, sem sustentação...

Agora, já não bastando o professor-assistente Ricardo Costa, com os seus 15 minutos de fama, surgiu também o braço tenebroso da FPF. O envio para a UEFA, em linguagem truncada cheia de duplos significados, ajudou e de que maneira à tomada de posição por parte do organismo que tutela o futebol internacional...

Comenta-se, não sei se especulativamente, que o referido mail da FPF foi obra e graça de Silvio Cervan. A ser verdade, para além da parte ética, a incompatibilidade do facto seria, por si só, motivo mais do que suficiente para uma tomada de posição enérgica por parte do Porto...

E é isso que tem faltado. O mutismo, levado ao limite, da estrutura directiva portista, foi claramente uma estratégia errada, ajudando ao recrudescimento dos ataques. Mas agora chegou a hora de revidar. Com contundência...

ps: Eu já comecei a aprender, de cor, o hino turco. E tu, porque esperas?

9 comentários:

Anónimo disse...

Leiam os ultimos artigos de opinião do blog RENOVAROPORTO.

Excelente Blog Portuense.

Dragaoatento disse...

Totalmente de acordo!E também não me revejo na actual selecção nacional de futebol.
O Jorge Nuno disse que agora o nosso problema vai começar a ser tratado por especialistas em direito jurídico.Vamos lá ver o resultado.Embora difícil estou esperançado numa decisão favorável.
O Conselho de Justiça da FPF vai ter de resolver o recurso do Jorge Nuno até ao próximo dia 11 do corrente,e, depois se for favorável vê-se como é que a UEFA vai descalçar esta bota...
PS - É incrivel,como alguns lampeões acham que o FCP tém sido beneficiado ao longo dos últimos 25 anos...!Só se for porque estavam habituados aos privilégios do antigamente.

Anónimo disse...

És um MISERÁVEL!!!

dragao vila pouca disse...

Paulo calma e esperemos com confiança as futuras decisões.
Vai de férias tranquilo que quando regressares a tempestade já passou.
Um abraço

Ricardo disse...

Sou, antes de mais, um ser racional. Não sou do Porto. Mas se fosse, nunca acrediatria cegamente na honestidade de ninguém.
A vossa fé cega na correcção ética de alguém contrasta vivamente com a desconfiança face a todos os outros. Se eu fosse do Porto, por mais títulos que o PC tivesse conseguido, eu estaria contra ele.
Não vos compreendo


Saudações.

Paulo Pereira disse...

Ricardo,

Terás, logicamente, todo o direito a ter a tua opinião. Mas, frisando, até ao momento nada está provado, parece-me...

E essa do eticamente correcto aplica-se na teoria, pois na prática, com o vosso passado, não vi ainda ninguém renunciar aos títulos conquistados...

Ou aí já não se aplica a tua filosofia?

Fé cega tiveram os propalados 6 milhões, k aplaudiam ululantes o Vale e Azevedo, quando este rasgava contratos, coagia os opositores nas assembleias, entre outras diatribes. Nenhuma voz se levantava contra ele. A personificação do paladino k lutava contra o sistema era o suficiente para vos manter na eterna luta da vitimização. Do "não ganhamos pk eles roubam"...

É bom viver num Mundo assim, de faz-de-conta. Pena que tenham um passado maculado, k não dá para esconder debaixo do colchão...

Dragaoatento disse...

Ó Paulo,como podes permitir que um execrável individuo que se escuda no anonimato e que quando escreveu "És um miserável",devia estar a ver-se ao espelho, aproveite o teu Blog para insultar seja quem for!
Entretanto deixo aqui um depoimento dum benfiquista,este sim,merece respeito :

António Manuel Ribeiro
"Não sinto alegria especial"
"Esta decisão da UEFA é o culminar duma situação despoletada internamente, que deve ser resolvida pela mão dos juristas. Como benfiquista, não me interessa ver o FC Porto excluído, não gosto de tocar nas feridas das outras pessoas ou clubes. Não sou daqueles adeptos que ficam muito contentes por o FC Porto sair da Liga dos Campeões e o Benfica ter a possibilidade de entrar, por via da pré-eliminatória. "O que o Benfica precisa é de ganhar provas para entrar por direito próprio na competições europeias". As regras estão a ser cumpridas. Mais nada! Não sinto nenhuma alegria especial. Agora, o FC Porto deve ter as suas razões, que se defenda nas instâncias próprias."

Sem mais comentários...
Abraço

Paulo Pereira disse...

Ó Dragão Atento, o comentário só serviu para demonstrar que esta gentinha se alimenta de ódio...

Em vez de utilizarem argumentação sustentada, a única forma de comunicarem é através do insulto. E assim, de forma indelével, fica aí a capacidade argumentativa da maioria dos adeptos dos nossos adversários: Nula!

E, quando assim é...

Anónimo disse...

Letra do hino turco:

Korkma, sönmez bu şafaklarda yüzen al sancak;
Sönmeden yurdumun üstünde tüten en son ocak.
O benim milletimin yıldızıdır parlayacak;
O benimdir, o benim milletimindir ancak.
Çatma, kurban olayım çehreni ey nazlı hilal!
Kahraman ırkıma bir gül! ne bu şiddet bu celal?
Sana olmaz dökülen kanlarımız sonra helal,
Hakkıdır, Hak'ka tapan, milletimin istiklal!
Ben ezelden beridir hür yaşadım, hür yaşarım.
Hangi çılgın bana zincir vuracakmış? Şaşarım;
Kükremiş sel gibiyim, bendimi çiğner aşarım;
Yırtarım dağları, enginlere sığmam, taşarım.
Garbın afakını sarmışsa çelik zırhlı duvar,
Benim iman dolu göğsüm gibi serhaddim var.
Ulusun, korkma! Nasıl böyle bir imanı boğar.
"Medeniyet!" dediğin tek dişi kalmış canavar?
Arkadaş! Yurduma alçakları uğratma sakın!
Siper et gövdeni, dursun bu hayasızca akın.
Doğacaktır sana vaadettiği günler Hak'kın;
Kimbilir, belki yarın, belki yarından da yakın.
Bastığın yerleri "toprak" diyerek geçme, tanı!
Düşün, altında binlerce kefensiz yatanı.
Sen şehit oğlusun, incitme, yazıktır atanı;
Verme, dünyaları alsan da bu cennet vatanı.
Kim bu cennet vatanın uğruna olmaz ki feda?
Şüheda fışkıracak toprağı sıksan, şüheda!
Canı, cananı, bütün varımı alsın da Hüda,
Etmesin tek vatanımdan beni dünyada cüda.
Ruhumun senden, ilahi, şudur ancak emeli;
Değmesin mabedimin göğsüne na-mahrem eli!
Bu ezanlar ki şahadetleri dinin temeli,
Ebedi yurdumun üstünde benim inlemeli
O zaman vecd ile bin secde eder varsa taşım;
Her cerihamdan, ilahi, boşanıp kanlı yaşım,
Fışkırır ruh-i mücerret gibi yerden naşım;
O zaman yükselerek arşa değer belki başım!
Dalgalan sen de şafaklar gibi ey şanlı hilal;
Olsun artık dökülen kanlarımın hepsi helal!
Ebediyyen sana yok, ırkıma yok izmihlal.
Hakkıdır, hür yaşamış bayrağımın hürriyet;
Hakkıdır, Hak'ka tapan milletimin istiklal!

http://www.youtube.com/watch?v=vbHP_MOhsKg