20 de junho de 2008

Ahhhh, o suave som do silêncio...

Acabaram-se as buzinadelas incómodas. Os gritos de júbilo. As caravanas ruidosas de automóveis. O histerismo colectivo. As bandeiras parolamente decorando janelas e fachadas de edifícios. Agora, é tempo de gozar o silêncio. E de falar de coisas sérias, neste País depauperado...

ps: No meio da mediania generalizada sobressaíu Deco. Simplesmente brilhante, assumindo sem reservas o jogo de Portugal. Fabuloso nas transições, magnífico nos passes, brilhante no empenho, mostrou ser de outro campeonato. Merecia mais. Muito mais...

2 comentários:

miguel87 disse...

Engraçado como mesmo depois de isto tudo não se ouvem louvores ao melhor em campo em todos os jogos que entrou, criticas ao frangueiro que enterrou a equipa e á vedeta que esteve completamente fora de forma. Por tudo isso e muito mais a minha reacção a este resultado é só uma: ALEGRIA!!

AZUL DRAGÃO disse...

Como Previsto !