8 de dezembro de 2007

Objectivo cumprido

TAÇA DE PORTUGAL - 4.ª ELIMINATÓRIA

CHAVES, 0-FC PORTO, 2

Estádio: Municipal de Chaves
Árbitro: Elmano Santos (Madeira)

FC PORTO:Nuno; Fucile, João Paulo, Pedro Emanuel e Lino; Bolatti, Leandro Lima e Kazmierczak; Mariano, Postiga e Adriano.

E pronto. Nada de surpresas desagradáveis, desta feita. O Porto limitou-se a cumprir a sua obrigação de clube de escalão superior, vencendo um aguerrido Chaves, que procurou, e conseguiu, dificultar a tarefa dos comandados de Jesualdo Ferreira.

O jogo iniciou-se com um valente susto, quando Abadito enviou uma bola ao poste da baliza de Nuno, ontem o guardião das redes azuis e brancas. Foram uns primeiros minutos animados e pontuados pelas iniciativas atacantes, misto de irreverência e de crença na queda de um gigante, dos homens de Trás-os-Montes.

Com o passar dos minutos, o Porto foi conseguindo impor a sua supremacia, começando a brilhar, do outro lado, o último obstáculo às pretensões portistas: Rui Rego, guarda-redes transmontano, ía impedindo o funcionamento do marcador, com uma série de excelentes defesas.

Mas, como apregoa o ditado, "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura". Minuto 53 e o proscrito Postiga agradece da melhor forma a assistência do polaco Kaz para facturar. Estava feito o mais difícil. Se os Dragões já eram donos e senhores do jogo, com o tempo a esgotar-se o domínio foi-se avolumando, quase até à asfixia do Chaves, já sem forças. Foi sem surpresas que Adriano fez aquilo que mais gosta: golos. Já em tempo de descontos, mas mostrando que continua de pontaria afinada, aguardando pacientemente uma oportunidade na equipa principal.

No regresso do futebol à antiga, sem tv, as incidências do jogo foram seguidas pelo rádio, num revivalismo de outros tempos. Correndo o risco de ser injusto na apreciação individual dos atletas azuis e brancos, quer-me parecer que o brasileiro Leandro Lima, mais uma vez, desperdiçou uma excelente oportunidade para demonstrar o apregoado talento que possui.

Missão cumprida e atenções viradas agora para a recepção ao Besiktas, num estádio do Dragão repleto de um público entusiasta e ansioso por novos momentos de glória.

6 comentários:

Anónimo disse...

finalmente o professor ganhou uma eliminatoria....bastante sofrida mas la passou...muito mas muito fraquinho.......

Anónimo disse...

Depois da vitoria no Cesto do Pao, fomos a Chaves ganhar na Taca. Agora vamos ver o Recreativo e SCP tremerem por todo o lado. FORCA PORTO!!!

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. If is possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll, I thank. Good bye friend.

AZUL DRAGÃO disse...

Paulo Pereira :

Vitória suada (como era de esperar).

Besiktas ?

Claro , EU VOU ESTAR LÁ !

Bruno Pinto disse...

O FC Porto cumpriu a obrigação, jogando com elementos menos utilizados e precavendo o jogo importante que se avizinha contra o Besiktas. Valeu a vitória que era o que interessava.

PS: Grande Postiga!

Anónimo disse...

Dado que Nuno Gomes iniciou a sua carreira no Bessa, também ele cospe no prato onde comeu quando marca golos ao Boavista?!