18 de outubro de 2007

A queda de um mito

Os mitos servem exactamente para isto. Endeusados até ao tutano, de vez em quando caem, do alto da sua prosápia. Os números que se seguem são bem elucidativos:

Penaltys desde 2000

1º - Sporting, com 71 castigos máximos a favor;

2º - Benfica, com 44 castigos máximos a favor;

3º - Porto, com 40 castigos máximos a favor.

Espantoso, não é? Vale ou não a pena ser "queixinhas"?

São mais 31 grandes penalidades a favorecerem os leões, se comparando com o Porto. 31 castigos máximos. E esta gentinha ainda tem o desplante de, sistematicamente, fazer o papel do pobre coitadinho-que-é-se-sempre-prejudicado-gravemente-pelos-parciais-homens-do-apito? Não há pachorra para os aturar. Se nem assim eles ganham qualquer coisinha, será que o problema é mesmo da arbitragem?

5 comentários:

tiago pimentel disse...

Vão-se descobrindo as verdades. Isso e o outro que lutava contra o sistema e que afinal também é arguido nestas coisas da bola. Ironias:)

Anónimo disse...

acho k a selecção jogou ontem...LOL...e ganhou...UAAAUUUU!

e k o massacre ao quaresma foi vergonhoso, como só os vergonhosos jornaleiros deste país sabem fazer...

Anónimo disse...

ouvi dizer também k Portugal vem ao reino do DRAGÃO na última jornada...LOL...e + não digo, PENSO...

lucho disse...

Pois Paulo, quem não chora, não mama e aqueles lagartos muito têm mamado mas nem assim conseguiram ser campeões na maior parte das épocas em causa.

Estilhaço disse...

Paulo, de realçar que 'sistematicamente' deriva de 'sistema'...