8 de outubro de 2007

Ufff! Lição? Só para a história


Tal como se previra, difícil e suadinho o triunfo portista no Cidade de Coimbra, tão-somente porque teima este Fc Porto em cumprir apenas os serviços mínimos no que a futebol diz respeito. Em terra de estudantes a matemática está boa de se fazer e os pontos somam-se a cada jornada à média de 3, sem surpresas ou amargos de boca.

Foi preciso esperar 50 jogos para o Prof. repetir o onze e aplicar a máxima de que em equipa que ganha não se mexe. Foi sob o signo do 7 que começou a partida, pois só Quaresma pareceu entrar a querer decidir, tal como fizera na Champions, mas o seu egoísmo e excesso de protagonismo tornam-no demasiado sequioso, o que somado ao alhear-se do colectivo fez os azuis e brancos retardarem o aparecimento do golo. Tudo o mais nesta partida é um rol de acontecimentos sem história, muito mais por culpa de um Dragão enfadonho sem velocidade, amorfo e sem qualquer tipo de dinâmica, salvo 3/4 momentos onde Lucho foi o expoente máximo do que de melhor se viu na 1ª parte, com uns quantos passes a rasgar e a deixar a defesa academista em sobressalto, no mais tudo igual ao que já se vira outrora, sem deslumbrar, controlando a cada momento o futebol explanado, este Porto chega a ser enervante de tão pragmático que é. Com o jogo a caminhar para o equilíbrio e com os da invicta a jogar com 10 (muito cedo privados dos raides de Bosingwa na direita…lesionou-se ao 1º pique), com Tarik esta jornada em claro Ramadão, era pela esquerda que o perigo assolava P. Roma e foi numa dessas descidas que R.Meireles após ganhar uma bola bem na linha de fundo serve em bandeja de ouro o golo ao Marroquino, com este a fazer o impensável e “aliviar” a bola a um metro da linha de baliza (hilariante e capaz de constar num daqueles Dvd’s de Funny Mistakes do Futebol).

Este lance teve o condão de despertar os jogadores da Briosa conseguindo por esta altura um dos pouco remates enquadrados a baliza de Helton em toda a partida, dava ideia do jogo ir abrir para níveis mais aceitáveis num liga profissional, até que perto da meia hora de jogo mais um lance que a cada jornada se torna useiro e vezeiro, não que o penalty ofereça dúvidas a quem estiver de bem no desporto, mas porque nem com comunicações os árbitros se livram de confusões e incauta dessincronização no assinalar de lances nas áreas de rigor máximo. Quaresma ganhou a frente do lance a N’Doye, entrando sobre a direita na área onde foi carregado nas costas, lance para grande penalidade que Lucho converteria sem apelo nem agravo, apesar da dança do guardião da Briosa.O último quarto de hora dos primeiros 45 minutos, as equipas mexeriam por força maior nos onze, com Domingos a trocar Ivanildo pelo irrequieto H.Barbosa e Jesualdo finalmente acatava a ideia de substituir o lateral direito, fazendo entrar Marek Cech.

O intervalo chegava e o regresso das cabines não conferiu alterações aos figurinos, um pouco à semelhança do inicio da partida, o Porto voltava a desperdiçar soberana oportunidade de golo por El Comandante e acabaria por aqui o pecúlio e registo de novos ensejos de vermos balançar as redes academistas. O jogo caiu para níveis bocejantes e nem mesmo a troca de Tarik por L. Lima trariam surpresas e futebol. A Briosa tentava mas falhava no último terço e quando gizava algo de positivo batia na muralha Stepanov e B. Alves, os Dragões iam caindo para níveis deficitários, o cansaço era por demais evidente, o jogo arrastava-se mas sem que Académica levasse perigo, mas a equipa Azul foi-se pondo a jeito de um qualquer lance, o que não aconteceria. Recorreu-se ao 4*4*2, aqui só com a surpresa de ser o Harry Potter o eleito para sair (amuadinho o dono da bola saiu com cara de poucos amigos…directo ao balneário…é preciso lembrar ao nosso Mágico que toca a todos), entrou Adriano mas estava dado o mote, era tempo de guardar a vantagem amealhada e fazer das fraquezas forças. Haviam acabado a muito saídas em ataque ou contra golpes, o Porto eclipsava-se a cada minuto e de positivo só a forma como se resguardava de perigos maiores.

A exibição não se aconselha, muito menos será recomendada para futuro, mas o pleno está conseguido e no momento em que são cada vez mais os que vão lançando a foice na seara de Jesualdo, este brinda-nos com um inicio fulgurante de 7 vitórias que só encontra igualha na recôndita época de 40 e com um tal Siska. Para a história ficam os números, 21 pontos em outros tantos possíveis, 38 anos sem perder em Coimbra e o melhor arrarque sob a égide de Pinto da Costa. Fica a questão para quando Futebol? É que tarda, jornada após jornada, uma explosão da equipa para um exibição de encher o olho. Seguem-se 2 semanas (17 dias) sem competição e tudo o que isso pode trazer de bom (ou não). Com Jesualdo as hipóteses deixam de ser meramente académicas!!!!

Positivo / Azul (+)
Sobram pouco motivos positivos desta exibição, ainda assim destaca-se o voluntarismo de R.Meireles, o domínio do espaço aéreo pela dupla de centrais, Lucho e o incansável Licha.

Negativo / Azul (-)
Nada de grande monta, mas a exibição deixa muito a desejar. Quaresma, pelo amuo e Leandro Lima uma vez mais pouco acrescentou, tenho defendido a sua entrada naquele meio campo, mas cada vez mais dou comigo a pensar se não será mais um flop brasileiro, tarda em afirmar-se, não estranha por isso que não tenha ganho o lugar.

Arbitragem

Elmano aqui e ali vaiado, não teve erros de monta e o seu melhor momento foi ter acatado a decisão do assistente no lance de grande penalidade, confiou e saiu a ganhar. Muito bem mesmo no amarelo a Stepanov, o sérvio até tinha razão mas indisciplina não se aceita a ninguém.

ps: Como podem ver, o blog passa a ter, a partir de agora, um logo identificativo do jogo, bem como a previsão da equipa portista que entrará em campo. Tudo graças ao Blue Boy. Não me canso de agradecer. Pedi-lhe umas dicas, e ele fez o trabalho todo. Mais uma vez, um grande obrigado!

11 comentários:

lucho disse...

Não se joga lá mt bem mas é o 2º melhor arranque da nossa história. Abraço.

Pedro Barata disse...

Caros amigos aficionados do futebol, não percam, a partir desta segunda-feira e até quarta, a entrevista exclusiva com o futebolista do Tottenham RICARDO ROCHA no blog Rola a BOLA (WWW.ROLA-BOLA.BLOGSPOT.COM)
Um blog de desporto onde todas as cores são bem-vindas.
Saudações desportivas

Paulo Pereira disse...

Eia! Marcaram um penalty a favor do FCP! Só isso devia ser motivo de uma festarola. Tá bem k, apesar de evidente, teve k ser o fiscal-de-linha a marcar, k o sr. Elmano tem uma certa aversão ao azul e branco, mas o k conta mesmo, apesar da exibição pouco espectacular, são os 3 pontos amealhados. Venha o próximo!

ps: Não nos podemos esquecer k, se o Porto fosse uma kk equipa italiana, era só elogios à capacidade defensiva, à coesão e ao cinismo na finalização. Já ouvimos e lemos estórias destas, vezes sem conta, sempre k levavamos no pelo de um Milão ou outra kk. Pragmatismo, é o k é, e tem dado resultado...

zé luis disse...

Tenho muita pena, até porque oportunidades não faltaram e bem boas!, que um resultado de 3-0 não tenha acompanhado uma exibição cheia, um FC Porto mandão e muito forte, atendendo à série de jogos que vem fazendo.
Eu gostei e muito, à parte o golo incrível falhado por Tarik que justifica um mês de jejum a sério para não facilitar como o fez.
Grande jogo do Raul Meireles, que voltei a ver em todo o campo, defendendo e atacando, passe e incursões na área, grande jogo do Lucho que falha o 2-0 por chutar com o esquerdo quando podia tê-lo feito com o direito, grande jogo do Stepanov, do Quaresma, do Lisandro.
Vi um Porto de raça, entrando para matar, sem pressão pelas vitórias dos adversários mais valiosos e até aumentando a vantagem para o 2º.
Foi dos melhores jogos, dos mais completos em termos defensivos, do "meio jogo" e ofensivos.
A Académica não foi fácil e em casa, mesmo a perder, mesmo a meio da 2ª parte, não saía do seu meio-campo, o que tornava difícil atacar e desaconselhava a fazê-lo, o Porto teve de gerir mais a bola atrás porque ao menos não tinha a massa assobiativa que no Dragão, nestas circunstâncias, teria exigido mais ataque, mais golos.
Uma nota sobre o penálti, que o Elmano do costume não marcou, os parolos da transmissão televisiva também nada viram e passava despercebido se não fosse um árbitro-auxiliar, Luís Marcelino, mostrar como deve agir, avaliando uma falta correctamente, o local onde foi cometida (que o parvo do repórter de pista insistia ter sido fora da área) e assinalando de pronto a marca de g.p. e deslocando-se para o lugar que lhe competia após o parvo do árbitro ter aceitado o seu argumento.
Acabou uma parte do campeonato só com vitórias, 7, com muitos pontos de avanço sobre o 2º, 7, uma série com adversários difíceis e mais um árbitro que gosta de ligar o complicómetro permitindo faltas abusivas (Pavlovic) e repetidas, perigosas, nada de carões, às vezes nem faltas marcava.
Ganhámos contra Elmano também, o que dá um duplo sabor.
O FC Porto, depois de esmagar no jogo, sem ter correspondência no marcador como merecia, acabou a sofrer com grande entrega de todos, a disputar todas as bolas, com valentia, com uma determinação própria de gente que sabe ter de vencer e não poder desfrutar de ajudas alheias.
O onze repetido de Jesualdo acabou com o seu fétiche de mudar sempre a equipa, acho que o Tarik voltou a estar a mais, apesar de uma assistência para Quaresma que falhou a cabeçada.
Um 2-0 daria mais tranquilidade, como sucedeu em P. Ferreira, mas ao não surgir fez redobrar a atenção.
Estou muito, muito satisfeito, aliás como Jesualdo ficou pelos mesmos motivos, as dificuldades superadas, o espírito revelado pela equipa. Grande Porto, numa 1ª parte massacrante e uma 2ª parte à procura de ampliar sem o conseguir para acabar sempre dependente de um imponderável, que pode surgir.
Mesmo que ouça a tónica na sporttv sobre o Porto "realista", e recalcando as palavras de Jesualdo sobre o necessário espírito de sacrifício a que foi preciso deitar a mão.
Para mim valeu o espírito de conquista e, como disse Jesualdo, é difícil arranjar no FC Porto momentos para se superar a su mesmo na história.
7 vitórias consecutivas, que sejam para continuar com o Leixões no dia 28.

vermelhovzky disse...

O Porto por via da corrupção comandada pelo agricultor mor, tem recordes atrás de recordes. Agora vai ser o record de vitórias seguidas. Tudo farão, os árbitros, para que tal disederato seja conseguido. Vão ser penaltys a favor e penaltys contra- estes não assinalados, que farão a diferença. Que VERGONHA andarem com o Porto ao colo. Ninguém conseguer parar a máfia portista instalada no campeonato. A VERGONHA VAI CONTINUAR. NINGUÉM OS CONSEGUE PARAR.

Paulo Pereira disse...

Olha, olha, quem por aqui apareceu. Tens andado um pouco "entupido" ultimamente, mas estás de regresso, e isso é k importa. Confesso k sentia saudades das imbecilidades k escreves, a um ritmo alucinante, e nem me refiro ao confrangedor nível de escrita.
Ó minha besta:
- só por manifesta má fé ou por algum tipo desconhecido de doença do foro psiquiátrico, é k se poderá por em causa a justeza da grande penalidade k o Porto beneficiou em Coimbra, de tão evidente ela foi;
- reza o senso comum, num daqueles arreigados ditados populares, k não se deve atirar pedras ao telhado do vizinho, qd o nosso é de vidro. E olha k assim o teu fica estilhaçado num instante. Não bastava o escândalo da Reboleira, com o colo [aí sim podes utilizar a expressão com toda a propriedade], k vos colocou na próxima eliminatória, seguiu-se o derby de todos os erros, onde mais hilariante do k os penaltys k ficaram por marcar, foi ver o golpe de rins dos benfiquistas em arranjar desculpas sucessivas, a justificar o injustificável;
- se estas últimas jornadas bastariam para verificar a tendência dos benefícios, ontem realmente ficou-se a saber: penalidade indiscutível, cometida por Luisão, qd o resultado estava num periclitante 1-1.

Realmente, existem equipas k, de tanto colinho, já não sabem viver [e vencer] de outra forma. Sorte a vossa, k os "miminhos" não vos faltam.

ps: Acho k andas pior da tua azia. Cura-te, pois prevejo tempos ainda mais difíceis para ti...

Paulo Pereira disse...

Já me esquecia de outro pormenor:
Tu, k andaste por aí a comentar a falta de solidariedade portista em não permitir o adiamento do jogo k os portistas disputaram contra o Leiria, deves ter metido a viola no saco.
É k desta feita, sem os leirienses a apelarem à simpatia nacional nem as consciências cívicas k então se levantarem em defesa do clube do Lis, passou-se exactamente a mesma coisa. O Leiria jogou contra o Lverkusen, numa 5ª feira, defrontando menos de 72 horas depois os encarnados. Por onde andam agora os paladinos da justiça e igualdade, k tantos bitaites deixaram na blogosfera sobre o tema?
Pk é k agora não te mostras tão chocado, ó meu merdas?

bLuE bOy disse...

Paulo, 7x3 foi a conta que deus fez... e mai'nada! mas que até 'dói' ter que aguentar sempre até aos 90 min com o credo na boca, ai isso dói!
Quanto ao resto, bigado pela tua 1ª presença em mais uma jornada de convivio que se espera seja a primeira de muitas mais... vai tomando nota já para Dezembro do jantar de Natal.
Sobre os 'bonecos', não tens que agradecer... a amizade não se agradece, retribui-se!
Mas desculpa lá, foi só pressa tua ou explicação minha por defeito, mas o que andam para ali a fazer aquelas entrelinhados enc(o)rnados no relvado? ainda se fossem azuis LOL
aKeLe aBrAçO,
http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

bLuE bOy disse...

Ahhh, só mais uma coisinha... ando já há uns dias para te falar e passa-me sempre (ainda ontem isso aconteceu)... como raio colocas os teus vídeos no post, que eles ficam sempre negros e não funceminam? alguma coisa te está a escapar. Diz-me como fazes e que códigos colocas para eu ver onde andas a dar 'a passada trocada'.

Bruno Pinto disse...

O FC Porto não entusiasma ninguém, é um facto, mas os números não avassaladores! 7 vitórias em 7 jogos é o pecúlio que Jesualdo tem para apresentar. Às vezes, pode até ter pouca ambição, fazer substituições que ninguém entende ou fazer uma gestão discutível do plantel, mas não há como negar este fantástico início de campeonato.

BRUNO ROCHA disse...

Este Cabrao do vermelhovsky se fosse era para o caralho k o fodesse..eu nem era pra lhe dar bola..pork caralhos destes nem merecem o k ker k seja...vai dizer merda pra o raio k ta parta...k puta de credibilidade pode ter um anormal deste...vai para o raio k te parta...keres comentar comenta..mas ao menos utiliza a lingua mae pra dizer algo k se aproveite mesmo k seja viva o Slb...agora anormalidades ninguem com juizo te considera mais que um verdeiro CONA DE SABAO...Some-te oh Urso!!!!!