9 de outubro de 2007

Lá por fora - a bola é redonda...mas rola melhor

Análise dos resultados

Afonso Alves! 7 golos, 7!!!! Pois é meus caros, depois de um início de época algo atribulado, onde expressou forte vontade em mudar de ares, finalmente Afonso Alves, máximo goleador europeu da época passada com 34 golos (Totti recebeu o prémio por causa dos coeficientes de multiplicação que a UEFA teima em aplicar), voltou aos golos com nada mais, nada menos do que S-E-T-E golos marcados ao serviço do Herenveen, na vitória de 9-0 sobre o Heracles. Foi apenas a segunda presença esta época em jogos do campeonato Holandês, mas Afonso Alves não deixou os seus créditos por mãos alheias, facturando 7 vezes entre os minutos 10’ e 80’. Veremos até quando se manterá pelo campeonato Holandês. Ainda pela Holanda, o AZ continua a atravessar um período menos bom, tendo empatado em casa, 2-2 com o Groningen. Igual resultado obteve o Ajax na deslocação ao terreno do Sparta – de assinalar apenas mais um golo de Huntelaar. Os outros dois candidatos PSV (3-0 ao Willem) e Feyenoord (1-0 ao Vitesse) venceram – está quente a luta pelo campeonato do país das tulipas.

Em França, nova vitória do Lyon (com uma carreira péssima na Champions), 3-1 na deslocação a Bordéus, naquilo que parece ser a recuperação de um mau início a nível interno. Pelo contrário o Marselha (que está a superar as expectativas na Champions), continua a desiludir a nível interno tendo perdido no terreno do St. Etienne. Quanto ao PSG de Pauleta, continua certinho em mais uma época miserável, 1-3 na recepção ao Rennes.

Aqui ao lado, em Espanha, Real Madrid (2-0 ao Huelva) e Barcelona (3-0 ao Atletico – Messi continua em altíssimo nível) foram os únicos candidatos a vencer os seus desafios. Quanto a Valência (1-2 com o Espanyol) e Sevilla (0-1 com o Deportivo!!!), derrotas em casa parecem começar a comprometer fortemente as suas aspirações… A ver vamos, uma vez que este é um campeonato disputadíssimo e que certamente não se resolverá antes de Abril/Maio.

Na Alemanha, apesar do Werder Bremen ter vencido, desta vez Hugo Almeida não marcou, ele que está em excelente forma neste inicio de época. Quem também venceu (que novidade…) foi o Bayern, recebendo e batendo o Nurnberg por 3-0. Quem vai de mal a pior é o campeão Estugarda, desta vez perderam em casa com o Hannover por 2 bolas sem resposta. E o Bayern lá vai ficando cada vez mais só uma vez que também o Shalke perdeu em casa com o Karlsruhe.

Em Itália, o Inter de Mancini lá vai mantendo a liderança (confesso que com grande surpresa minha). Apesar disso, ao que rezam as crónicas, a exibição frente ao Napoli (vitória 2-1) não foi das melhores. A Roma também venceu na deslocação a Parma (3-0) e vai mordendo os calcanhares do Inter. Quem se atrasou ligeiramente foi a Juventus que cedeu um empate na deslocação ao terreno da Fiorentina. A terminar a jornada, o Milão, que vinha atravessando uma certa crise de resultados (que tiveram o ponto alto a meio da semana na derrota em Glasgow), deslocou-se a Roma para defrontar a Lázio e… bem, a resposta foi clara e esclarecedora! Vitória por 5-1, com bis de Kaká e Gilardino! Afastaram-se um pouco as nuvens negras que pairavam sobre Milanello.

E por fim, Inglaterra. Começando pelo Normal One, que vinha de uma vitória em Valencia, conseguiu golear o Bolton por 1-0!!! Pelo que se pode ler na Blogosfera afecta ao Chelsea, quer o triunfo de 4ª feira quer o do fim-de-semana, foram obtidos porque a equipa está finalmente a jogar “à Mourinho”! – Um factor que não poderá certamente dissociar-se desta subida de forma é que, finalmente, todos os grandes jogadores do Chelsea estão de regresso, depois de arreliadoras e sucessivas lesões que foram atrapalhando o trabalho de Mourinho. O que continua sem se ver é o futebol espectáculo prometido por Avram Grant, assim como melhorias no jogo de Shevchenko… Mas enfim, lá ganharam e conseguiram subir um pouco na tabela classificativa.
Tabela que é dominada pelo Arsenal, que recebeu e venceu o Sunderland por 3-2 com bis de Van Persie. Quem também bisou foi Cristiano Ronaldo na vitória de 4-0 do Man Utd sobre o Wigan. A outra equipa de Manchester, o City de Erickson recebeu e venceu o Middlesbrough por 3-1. Que campeonato estão a fazer os Blues de Manchester!

Outras vitórias a registar foram as do Blackburn, 2-1 ao Birmingham, e a do Newcastle, 3-2 ao Everton. Quem não conseguiu vencer foi o Liverpool, não indo além de um empate na recepção ao Tottenham.

Por causa dos compromissos com as selecções, a generalidade dos campeonatos europeus param até 20 de Outubro. O “Lá por fora” regressa nessa altura. Até Lá!

ps: Como qualquer português, espero que esta jornada dupla corra de feição à Selecção Nacional! (No entanto, confesso que me causa alguma estranheza assistir à chamada de apenas 2 pontas de lança… mas enfim! Boa Sorte!).

8 comentários:

lucho disse...

Isto sim é ficar informado sobre tudo o q é futebol na Europa. Informado com isenção e qualidade. Parabéns.

OFFSHORE disse...

Ponto de honra: só acompanho espanha, inglaterra e itália. Quanto a esses, está tudo dito. Parabéns pelo espaço, que fazia falta na blogosfera, juntamente com o trivelas.
Aqui fica-se, como diz o Lucho, a saber tudo (mas mesmo tudo) sobre o futebol internacional. E eu continuo a deliciar-me com os putos do Arsenal. Bela equipa, grande treinador!

Paulo Pereira disse...

Aleluia que fazem comentários:)
Já tinha a "prima-donna" a ameaçar bater com a porta, "pk não tem comentários, e falta visibildade no teu blog, blá, blá, blá".

Isto de aturar "infiltrados", pagos a peso de ouro e ainda por cima ter que servir de psicólogo, nestas crises existenciais, tem muito k se lhe diga...

lucho disse...

:) estiveste bem Paulo.

Olha, q aconteceu ao post q tinhas sobre as expulsões de ontem no Braga-Nacional?

Paulo Pereira disse...

Lucho,

Coloquei-o inadvertidamente ontem. O destaque hoje era (e é) o artigo do Pedro, por isso tive k o colocar em rascunho e só vou publicá-lo novamente amanhã.
Reparei k já tinhas feito um comentário, mas ele não se perdeu.

Sorry!

tiago pimentel disse...

Mais do que Avram Grant, a vitória do Chelsea deveu-se, como dizes, ao regresso de Lampard e Drogba, bem como de R.Carvalho. Agora sim, o núcleo duro da equipa, que tanta falta fez no ano passado, está de regresso, para bem dos azuis. A vida, no entanto está dificil, pelo avanço do Arsenal e do Manchester. Perder o campeonato seria um justo castigo para o russo, mas terrivelmente ingrato para os jogadores, que sempre apoiaram Mourinho.

Em Espanha, a luta promete mesmo ser a dois, pois o Valência já perde gás, o Sevilha estourou, depois de ano e meio intenso e o Atlético é muito irregular.

O destaque, no resto, vai para Afonso Alves, pela proeza, mesmo que obtida na Holanda. E que falta faz um goleador destes no FCP. É um campeonato que não aprecio muito, mas que tem sempre valores individuais excelentes. Este ano a curiosidade é ver o que o Feyenoord, com alguns veteranos, consegue fazer. Até ver, estão a safar-se, o que não acontece com o Ajax, pelo 2º ano prematuramente afastado das competições europeias. Estranho, por isso, o interesse do Chelsea no seu treinador, prova evidente que reina algum caos no clube de Londres.

Abraço,

rui tavares disse...

Melhor do que comprar o jornal e sempre se poupam 75 centimos:)
Bom e rigoroso artigo, trazendo-nos um resumo do k mais interessante aconteceu lá por fora...

Bruno Pinto disse...

7 golos num só jogo, só me lembro do Jardel, quaado estava no FC Porto, num jogo com o Juventude de Évora para a Taça de Portugal, que ganhámos por 9 - 1! Um dos golos foi aquele famoso golo de letra em que ele passa por uma série de adversários...

Em Espanha, o Barcelona mostrou mais uma vez que é o principal favorito ao título, vencendo um Atlético que continua a não cumprir tudo o que prometeu. O Real Madrid fez a sua obrigação, derrotando um rival mediano.

Em Itália, o meu favorito para o título é mesmo o Inter. O Milan é uma equipa super-vitoriosa, mas para consumo interno não me convence. O Ancelotti já deve andar com pesadelos, em que o Mourinho é o protagonista, valeu-lhe a vitória este fim-de-semana sobre a Lázio, mas ando, ainda assim, com uns pressentimentos... A Juventus não me parece à altura dos colossos milaneses, pelo menos já para esta época, e a Roma não vai ter andamento.

Em Inglaterra, Ronaldo e companhia golearam finalmente um adversário e Anderson já começa a jogar mais que cinco minutos, o que é uma boa notícia para quem gosta de futebol. Nani continua a surpreender pela positiva, coisa que se saúda. Por falar em surpresa positiva, o Arsenal está imparável e a jogar um futebol à Wenger, quanto mais golos, melhor! Confesso que não esperava tal desempenho dos 'gunners', mas com jogadores como Fabregas, Van Persie ou Adebayor em super-forma, a temida ausência de Henry nem se nota nada, o que não deixa de ser estranho! No início, apostei num duelo pelo ceptro entre Chelsea e Manchetser United. O Chelsea está condenado, pelo que se sabe. O Liverpool, não sei porquê nunca me inspira confiança alguma para lutar pela Premier League. Vai daí, será mesmo entre Ferguson e Wenger. E Ronaldo tem em Fabregas um concorrente de peso pelo título de melhor jogador da competição, entre outros, lógico.