22 de agosto de 2007

Desmantelamento? Qual desmantelamento?

Existiam alguns opinadores, sempre prontos a atacar tudo o que se refere ao FCP, que, após a vitória em Gelsenkirchen, viraram o aguilhão da crítica para o "desmantelamento" de uma equipa campeão da Europa. Recordo que esse pretenso desmantelamento se deveu, na maior parte dos casos, a propostas milionários, com os jogadores a irem auferir chorudos contratos, algo vedado, por lógicas limitações financeiras, ao Porto. Mas, como disse, tudo servia para dar a ideia de uma má gestão.

A tónica do discurso, passados 3 anos, não se alterou muito tendo, inclusivé, angariado mais alguns seguidores da teoria. Miguel Sousa Tavares é um deles, sempre crítico quanto às compras de novos jogadores. Mas, como pelos vistos eles não param, nem um pouquinho, para verem as contradições nos seus discursos, aí está mais um belo exemplo do que eles (não) são capazes de verificar. O Porto vai dar, para o próximo jogo da Selecção Nacional, 5 jogadores. Ora, fazendo fé na oponião de alguns paineleiros, é um contrasenso, pois os azuis e brancos têm depauperado o seu património humano. Se assim é, como conseguem ter jogadores seleccionáveis?

As críticas verrinosas, vertidas com o fel costumeiro, acerca das vendas atabalhoadas, devem ficar por uns tempos esquecidas, numa qualquer gaveta, enquanto o seu autor engole mais uns sapinhos. Recordo os mais esquecidos que o Porto, logo a seguir ao "desmantelamento", venceu 2 dos 3 campeonatos que se seguiram, tendo as contratações efectuadas contribuído para o feito.

E, numa daquelas tiradas infelizes que MST regularmente debita, alguns desses "banais" jogadores resultaram agora em vendas de valores astronómicos...

Foi você que falou em desmantelamento? É que o Porto compra barato, vende caro e ganha troféus. Por isso, metam lá a viola no saco e arranjem outro tema de conversa.

4 comentários:

rui tavares disse...

Como o tempo muda as opiniões. Scolari, que tentou ostracizar os jogadores do Porto, recorrendo a eles apenas quando estava com a corda na garganta, lá vai mudando lentamente aquela mentalidade crispada, que os jornalistas tanto alimentavam. O Porto, é certo, terá o orçamento mais caro dos 3 grandes, mas as compras no geral têm sido boas. Podem argumentar com aqueles flops, mas julgo normal num clube que tem que comprar barato, existirem alguns jogadores que não correspondem. No computo geral, e isso é que conta, a contabilidade é bem favorável aos dragões. Títulos e jogadores valorizados. Alguém duvida que, se o Porto neste momento quisesse, angariaria mais 50/60 milhões, vendendo Lucho e Quaresma?

bruno sousa disse...

Bem me lembro do que se escrevia na altura, com a "Bola" à cabeça, logo após o Porto se sagrar campeão europeu, em que os artigos versavam sempre sobre o mesmo: as vendas (como se o Porto tivesse alguma possibilidade de competir com os números), o dasbaratamento, como eles lhe chamavam, levado a cabo por Pinto da Costa, que aproveitavam e atacavam por causa disso. A resposta, mais uma, aí está. 5 jogadores na Selecção A, sempre no topo na venda de jogadores, são argumentos suficientes para esta gentinha engolir mais uns sapos.

Abraço,

Anónimo disse...

http://www.voteyourteam.com/

Vamos elevar o nome do nosso Grande FC PORTO.

Votem agora, e 1 hora depois podem voltar a votar.

Mas votem mesmo.

Anónimo disse...

5 jogadores na Selecção A
1 jogador na selecção do Brasil
1 jogador na selecção da Argentina
1 jogador na selecção do Uruguai
1 jogador na selecção da Eslováquia
1 jogador na selecção da Sérvia

Total ..... 10 internacionais

Querem mais???

É só esperar mais algum tempo.