3 de dezembro de 2007

Este Homem é do Norte, carago!

Finalmente, alguém saiu a terreiro para defender a honra de Jesualdo Ferreira, beliscada no final do Benfica-Porto, pelas invectivas provenientes de um palerminha que veste de encarnado. Não sou, e já o afirmei mais do que uma vez, um defensor intransigente do treinador portista. Temeroso q.b, considero-o responsável por alguns resultados menos conseguidos e por aquele sofrimento brutal, na recta final do último campeonato. Mas, desde que ao serviço da causa portista, e com um trabalho honesto e profissional, merece, como qualquer outro que tenha a sorte e honra de trabalhar naquela casa, o meu profundo respeito.

Por isso, apesar de amplamente propalado pelo "Pravda" nacional, tentando acobertar os insultos soezes do avançado benfiquista, insinuando que a resposta truculenta do jogador só surgiu após invectivas dirigidas por Jesualdo a adeptos do SLB, João Pinto veio hoje trazer outra versão dos acontecimentos. Faço aqui uma ligera pausa, pois acho que, sendo verdade que Jesualdo, no final, tenha dirigido alguma provocação, as mesmas seriam facilmente compreensíveis, pela tensão do jogo e pelos inúmeros insultos que o treinador portista teve que suportar, ao mesmo tempo que lhe eram arremesados todo o tipo de objectos, numa evidente prova do "civismo" que impera no galinheiro.

Mas, a versão do que se passou, afinal, não foi a relatada pela imprensa. João Pinto entra ao ataque:
"Nuno Gomes foi um malcriadão e um cobarde, escondendo-se no facto de ter 60 mil pessoas nas costas. Foi um provocador insolente, um frustrado a atacar um homem que ganhou limpinho na Luz e que durante mais de hora e meia ouviu de tudo sem reacção de desagrado."

Bastaria isto para trazer ao de cima a verdade. Não se contendo, João Pinto voltou à carga:
"Os problemas no final foram da responsabilidade de Nuno Gomes. Ele devia ter vergonha e falar dos golos que já não marca como antes, em vez de esconder a sua actual incapacidade."

Touché. Sempre intransigente na defesa do seu clube de sempre. Grande João Pinto. Continua a história, na 1ª pessoa:
"Acabado o jogo, aumentaram os insultos da bancada. É normal, e alguém acha que um homem com mais de mil jogos, como Jesualdo, ia responder aos adeptos? O que ele disse, virado para as bancadas, eu ouvi bem:-Já chega, amigos, isto já acabou, já chega..."

Pois, acrescento eu, a mim não me espanta ver Jesualdo neste papel de apaziaguador. Contudo, existiu alguém que, pelos vistos, não digeriu bem a derrota...
"À entrada do túnel, o menino da Luz, talvez frustrado por mais um jogo sem marcar, tentou criar a sua confusão para escondcer mais um jogo a zero. De Nuno Golos, só tem o rótulo, quer continuar a enganar as pessoas atacando sem chuteiras e vergonha. Devia empenhar-se mais e Deus queira, para bem do futebol português, exerça melhor a função na Ucrânia. Precisamos de quem fale menos e marque mais golos..."

Aqui, se eu fosse Nuno Gomes, meteria a cabeça debaixo da areia, tamanho deve ser o melão. Mas há mais. O nosso antigo capitão estava inspirado...
"Ele que se inspire no nome que tem, já que como nunca conseguiu jogar no Porto, ao menos que dignifique o Gomes que tem no seu nome, e que deixe de viver de rótulos gastos e entrevistas."

Para o fim, antes que alguém ache injustificado a defesa do treinador portista na imprensa, e não no próprio local dos acontecimentos, João Pinto finaliza, à "matador":
"Eu próprio tive que lhe dizer para crescer e ser homenzinho. Foi uma garotada o que ele fez ao professor Jesualdo, só para esconder mais um jogo sem marcar."
Mai nada!

9 comentários:

lucho disse...

São estes homens q merecem ficar no clube eternamente. Grande capitão João Pinto. O homem q correu por todo o Prater com a champions na mão. É assim mesmo João Pinto. Foi ainda melhor q a trivela do quaresma:)

Dragaopentacampeao disse...

Grande João Pinto!
Claro, preciso e conciso, à dragão pois então!

Quanto ao Amélie, mais uma peixeirada ao seu nível, das muitas a que nos habituou.

É um pigmeu convencido que é gente. Ridículo q.b. para agradar ao orelhas.

miguel duarte disse...

Eu gosto é de ver alguns órgãos de comunicação social a prestar vassalagem ao clube das camisolas rosinhas. Um tal de programa televisivo que costuma fazer uma análise aos grandes jogos da jornada, optou por dar um resumo alargado de um jogo que por sinal tinha dado umas horas antes no mesmo. Os comentadores que costumam estar sempre presentes nesse programa devem ter ficado todos em casa a tomar pastilhas para o mau estar... O Benfica-Porto deixou de ser jogo grande!! Pudera!!!... que azia....

Estilhaço disse...

A sul, nada de novo.

No pretérito era o Orelhas, no após cada derrota, a vomitar a sua lenga-lenga e assim distrair a multidão.

Agora é o Nulo Golos (então não é que o nome cada vez lhe assenta melhor)que após cada jogo em branco tem que arranjar motivos para distrair os 6 milhões.
Este, nem com o cativo na selecção e nas aparições no programa digestivo de cada Domingo na rtp se safa.

Mas afinal lá vão conseguindo distrair os 6 milhões (e que distraidos eles andam).
Serão ambos Portistas desde pequeninos?

Um bem haja ao João Pinto.

Ricardo disse...

Bem, nestas coisas, como sempre, há duas vozes. Não devemos acreditar piamente nas palavras de João Pinto (ainda por cima ele, que nunca foi um primor no dom da palavra, terá sabido explicar-se tão bem, como o texto refere?) nem devemos crer nas palavras do lado benfiquista. Além disso, sabemos bem quem é João Pinto no que a confusões em túneis concerne. Lembre-se que era sempre um dos protagonistas de quezílias no velho túnel das Antas. São questões que não me interessam. Fazem parte do nosso futebolzinho medíocre. Prefiro falar em futebol. E aí, o FC Porto foi superior e mereceu ganhar. Parabéns.

Anónimo disse...

O velho capitão em grande estilo.
Hoje, não quero que os rosinhas percam, quero é que empatem...

Dragaosenior disse...

Bravo! Amigo Paulo Pereira! Já agora apresento-me : sou o autor do blog dragaosenior, armando monteiro.
Parabens pelo seu "mundo azul e branco"! Está *****!
Bem elaborado, bem escrito, com espírito,e,a destilar amor pelo mundo azul e branco! Mais uma vez,muito bem! Gostei muito!
Os meus sinceros cumprimentos

Dragaosenior disse...

Será que o Nuno Gomes quando vai jogar ao Bessa, também cospe no prato onde comeu?!

papa disse...

http://dragaooumorcao.blogspot.com/