2 de novembro de 2007

Pastéis estragados

superliga, 9ª jornada
estádio do dragão
porto, 1 - belenenses, 1
marcadores: 1-0 (postiga), 1-1 (zé pedro)

Calma, não será caso para chamar a ASAE, mas lá que estes pastéis deixaram um travo amargo na boca, lá isso deixaram.

Ponto prévio: detesto solenemente o futebol à sexta-feira. Superstição, mania, ou o que quer que seja, mas fico terrivelmente pessimista quando o Porto tem jogo nesse dia da semana. Não possuo estatísticas para apoiar a minha tese, mas quer-me parecer que são mais os resultados menos conseguidos do que o inverso. Ou então é impressão minha. Mas, recuperando a ideia inicial, um jogo à sexta só pode dar numa de duas coisas: sensação de euforia pela vitória, que se repercute pelo restante fim-de-semana ou uma tremenda frustração, quando acontece o inverso. Não há maneira pior de começar um fim-de-semana, acho eu…

Ponto prévio 2: algures na blogosfera portista, fiz um comentário a um artigo, alertando para o perigo que poderia vir de Belém. Não, não sou um visionário, mas confesso que nutro alguma simpatia por Jorge Jesus. Aliás, muita. E ele, ao contrário de alguns vetustos técnicos, coloca as equipas a praticar futebol, sem medos, olhando o adversário nos olhos. Temia aquilo que aconteceu. Os azuis e brancos fizeram, pela enésima vez, nova marcha atrás na dinâmica de vitória, contrariando discursos ambiciosos e a exibição de Marselha. Se se pedia um Porto mandão, capaz de empurrar o adversário, dominando o jogo, ele raramente apareceu. Apenas e só nos minutos finais, onde o coração falou sempre mais alto do que a cabeça.

Apetecia-me dissertar mais sobre as opções técnicas, as exibições a roçar o ridículo de alguns, mas coíbo-me. Nesta altura, ainda alguns petizes podem andar por aqui, e com a vontade com que estou de debitar um chorrilho de asneiras, a malta era capaz de ficar escandalizada. Assim, é melhor deixar a tarefa para o Bruno, que o fará, por certo, de forma mais racional.

[pelo menos tenho o zé pedro na liga record]

[sim, marcámos um golo irregular - e não ilegal, como o toino da sporttv disse - mas custou-nos caro, no resto do jogo, essa benesse arbitral]

5 comentários:

paulo renato disse...

Já somos dois com vontade de dizer asneiras. Que maneira de merda de perder pontos. Em casa, encolhidos após o golo, sem ligação nenhuma no futebol, com substituições que são depois substituidas, numa amalgama confusa que não augura nada de bom para Marselha.

Tou pior que fodido!

AZUL DRAGÃO disse...

A falta que LUCHO nos fez ...
(e não só !)

paulo grave disse...

Espero que agora não venhas para aqui defender o Jesualdo. Que exibição de merda e a saída do Lucho não explica tudo.

Paulo Pereira disse...

Dasse...Hj acordastes aziado, ó Koko!
Eu a defender o Jesualdo? No ano passado era linchado por andar a atacar o homem, este ano sou criticado por o defender de críticas que considero injustas...a maior parte das vezes.
O Porto jogou mal. Ponto. Não mereceu ganhar. Ponto. O Jesualdo voltou a mexer na equipa. Ponto. Mas quer-me parecer k a maior parte da malta ainda não se apercebeu k estamos envolvidos na Champions. É comum, e do mais elementar bom senso, gerir o plantel, de forma a poupar jogadores para a maratona de jogos. E k raio, se não o fazemos qd jogamos em casa, qd é k se faz essa rotatividade?
Não foi por isso k o Porto terá perdido 2 pontos. O Belenenses jogou bem, soube anular as principais armas e pronto. Não soubemos ultrapassar esses obstáculos. Acontece. Não se pode é, à 1ª contrariedade, começar a atacar sempre o treinador. Caramba, isso sim já chateia.

ps: já compraste o pes 2008?

paulo grave disse...

Nem te vou responder. Basta ver a entrada do Tarik. É impressão minha ou o gajo foi para o meio? Isso lembra a alguém? Mete o Leandro, tira o Leandro, mete o Tarik a fazer de Leandro. Caralho, isto é que chateia.

ps: claro que comprei, logo no dia de saída. Apareço aí um dia destes para levares no lombo:)