10 de novembro de 2007

FC PORTO + 9...Vitórias

Confesso que o reduto dos Amadoristas é um daqueles campos que me deixa titubeante no que respeita ao resultado final. É fruto desse passado recente que antevejo, na agora apelidada cidade da roubalheira, (depois daquele penalty para a taça da liga que abateu os estrelistas), uma contenda de difícil desfecho para as cores azuis. No pós Marselha e onde ao que rezam as crónicas fizemos uma das piores primeiras partes da época em curso, iluminada apenas por Tarik, mas que aliada a uma enorme força de vontade e alguns ajustes tácticos nos fazem manter a rota do apuramento e ser uma das poucas equipas invencíveis na Champions, a par do Arsenal, importa manter o registo e a bitola a nível interno.

Com a Bwin relançada após o empate caseiro dos líderes e as fabulosas exibições dos perseguidores é de crer que temos mesmo que arrepiar caminho, não vá que ainda antes do Natal esteja entregue o campeonato!!! Desta feita e se não estiver enganado esta será a viagem mais a Sul até ao momento, juntemos-lhe a valia e a sagacidade do Faquir do banco adversário, o conjunto tricolor é um daqueles que nos tem feito passar maiores vergonhas, desde os frangos de Baía com Adrianse, a mosquitos por cordas e desaguisados disciplinares com Policias, na Reboleira tudo nos acontece!!!... (até Fernando Santos ao leme da equipa de um dos dormitórios de Lisboa nos ganhou!!!).

Para os mais esquecidos os Amadoristas foram também responsáveis pelo adensar da crise na 2ª volta da época transacta, causando sensação ao ganharem no Dragão. Pois bem Jesualdo terá memória fresca e de certo não descurará tais ensinamentos e estará sobreavisado. Os Dragões preparam-se para não contar com o “el comandante “ da zona intermediária e a semana de trabalho também trouxe a lume algumas debilidades físicas na zona central da defesa, se tivermos em conta as experiências falhadas no plano B do Mister Azul e branco no arquitectar do meio campo portista, torna-se um desafio aliciante antever o jogo de Domingo.

Terá L.Lima nova oportunidade?!?
Será Cech chamado a fazer um dos vértices do triângulo de meio campo!?!?
Ou é Bollati o escolhido?!?!?!

Havendo ainda que contar com Mariano Gonzalez… certo é que é neste sector que residem as nossas maiores dúvidas, não sendo menos verdade que é nos centrais que reside o maior poder de fogo adversário, fossem os avançados azuis tão eficazes como estes (excepção feita a Lisandro) e não andaria Jesualdo ainda a experimentar qual a melhor arma de fuzilamento da baliza rival.

Avisados e relembrados que estamos todos das dificuldades e tenacidade anfitriã torna-se imperiosa a obtenção dos 3 pontos, o regresso as vitorias e com bom futebol…que se calem as imberbes vozes que a cada jornada nos auguram desfechos inusitados e nos fazem crer nas teorias da pseudo dependência de A ou de B encontrando sempre neste ou naquele artificie do futebol do Dragão a desculpa ou a escusa de dar como prova provada que a nossa grande valia tem sido o COLECTIVO. Um Colectivo que conta com a bipolaridade de Quaresma, com a sobriedade de Helton, com a velocidade de Bosingwa, com a mística de B.Alves, com a seriedade de Stepanov, com a polivalência de Fucile, com o maratonistas P.Assunção, com o pé canhão de Meireles, a elegância de Lucho, a raça de Lisandro e agora até com a magia do novo Alá…entre outros muitos que nos continuarão a fazer sentir que FCPORTO só há um, aquele que nos orgulha e mais nenhum.

Na Amadora Helton, Bosingwa, Stepanov, B.Alves, Fucile, P.Assunção, R.Meireles, Bollati, Tarik, Lisandro e Quaresma… ainda que não seja de descurar as hipóteses P.Emanuel, Postiga e mesmo Adriano, serão as individualidades que farão de nós um colectivo cada jornada mais forte.

3 comentários:

bruno sousa disse...

Importa regressar o mais depressa possível às vitórias, sendo crucial manter a distância pontual para os rivis, mas o jogo nao é nada fácil. Eu aposto na mesma equipa que iniciou a partida contra o Marselha, no Dragão.

Abraço

Paulo Pereira disse...

É sempre com um pé atrás que assisto a estas deslocações à Mouralândia. O Estrela, como o Bruno bem lembra, longe de ser uma besta negra, é um adversário incómodo, capaz de, regularmente, pregar partidas aos Dragões. Episódios rocambolescos, com acusações de agressões a bombeiros, finais de partida mais dignos de um qualquer jogo sul-americano, aquele estádio periférico de Lisboa já assistou a tudo. Mais recentemente, nesta caminha BI que se quer TRI, assistiu-se a uma derrota dolorosa, no reinado de Adriaanse, mas que serviu de pedra de toque ao despertar da equipa, embalando para o título depois disso.

Se na época passada não houve Reboleira (jogo disputado no Circo), o Estrela nem assim se coibiu de pregar (mais) uma partida, vencendo em território que se julgava inexpugnável.

Aposto na mesma equipa k venceu os franceses, mas o nosso "normal one" já nos habituou a mudanças inesperadas. Bolatti, responsável pela recupação do meio-campo, no embate luso-gaulês, ou mesmo Postiga, com ganas, como dizes os espanhóis, podem facilmente entrar na partida.

Apenas espero que, como o Bruno explica, se funcione como um verdadeiro CONJUNTO, com o PORTO que nos ORGULHA a jogar o que sabe e, de preferência, a trazer os 3 pontos.

Vamos a eles, se bem k nestas coisas, pelo k já me apercebi, o Bruno é muitooooooo mais optimista do que eu.

Anónimo disse...

http://www.voteyourteam.com/Europe/Portugal/FC-Porto.aspx

Já votaste hoje no nosso Grande FCP?

Vamos elevar o nome do nosso Grande FC PORTO.

Votem agora, e 1 hora depois podem voltar a votar.