18 de agosto de 2007

Porto sentido à luz de um Postigo

Infindáveis afazeres…Em dia de início da Bwin 07/08, exercitemos a mente sobre a Vida do Dragão. Sombria, ténue a luz que nos trouxe ao início oficial da época (para o Conselho Disciplina a SuperTaça não carece de ser vista como oficial, atente-se no castigo a Lisandro), contrastando com o brilho dos resultados nos mais ou menos, importantes e prestigiantes, Torneios que fomos convidados a participar (saudades de Torneios como Teresa Herrera, Massimo Moratti, Ajax…etc), contrastaram também com a pouca chama das exibições, ainda assim melhores em Itália. Confesso que dos 10 jogos particulares nem todos vi, mas retive uma ideia base, o Mister Jesualdo por detrás do seu cigarro murmura sorrateiramente ”Quem me leva os meus fantasmas ou será medos”….

Jesualdo não me desperta a mente, não me faz sentir confiança, para mim não é O treinador, é mais Um Treinador, reconheço-lhe o mérito de até Dezembro do ano anterior ter somado pontos no meu bornal, como alguém capaz de ter conseguido mostrar algum bom futebol. Gostei de o ver ser porta-estandarte de uma Bandeira para o qual não tem perfil, ainda assim, foi alinhavando umas e outras, tentando dar o peito as balas, mas chegou ao fim feito queijo suíço, com buracos tamanhos que nem os argumentos que podiam e funcionavam a seu favor ao longo da temporada, se mostraram ser capazes de tapar (não escolheu o plantel, chegou em cima do arranque do campeonato, defendeu a paragem natalícia e viveu com o Apito Dourado, mas sem Andersson…).

Posto isto esperava algo para este defeso, não não eram 13 reforços, esperava retoques e de qualidade, não necessariamente nomes sonantes capazes de nos fazer sonhar, aguardava por 4/5 jogadores capazes de nos tornar mais forte e alimentar a esperança de uma mais condigna participação na Champions League, que não esse objectivo ofusco/opalino de chegar aos 1/8 de final.Cedo o balão de esperança se desvaneceu, apesar do saco azul das finanças draconianas se ter começado a encher, era a força do mercado….

Contra esta força nada ou pouco se pode obstar, mas tardamos em arranjar antídoto para os comissionistas e empresários que logo tratam de nos fazer chegar um contentor de jogadores, ao invés de defesos anteriores, enveredamos por “tango” e outros que tais, ainda que chegados a conta gotas…

À luz de ter que se integrar os novos resolveu-se, reabilitar antigos existentes, fazer por ostracizar outros reabilitados no passado…Postiga, Adriano, Tarik e Jorginho, são casos de celeuma e acérrima discussão no seio da família portista, eu por muito que opine, não vejo explicação…Tarik revela-se, mas não tem oportunidade na Supertaça, Postiga relegado entra nas contas da 1º Jornada, Jorginho de dispensável a reintegrado, fastidioso seria lembrar Diego, Hugo Almeida, Vieirinha, Paulo Machado, Ivanildo ou até Renteria que já marca pelo seu clube de empréstimo…para gáudio dos jornalistas pasquins não mostra confiança em apostar no que avalizou como reforços.

Lançados à Pedreira (Braga), onde reina um dos últimos baluartes das cores e espírito do Dragão, entraremos em campo com o orgulho de Ser Campeão e com tudo o que isso nos trás.!!!!!......
Absorto nas minhas ideias, tolhido mas esperançado, vocifero….“Prof. feche-me este Postigo por onde só me passam recônditas luzes, construa uma Equipa capaz de abrir janelas, olhar horizontes, um Grupo ofuscante para os demais de tanto Azul irradiar, em suma mostre-me um PORTO que me ORGULHE de SER CAMPEÃO

7 comentários:

filipe silva disse...

Não é preciso ir muito longe... Sabe-se que realmente o Lisandro está suspenso no último dia da semana. Quando é que foi o jogo na Holanda? Não se trabalhou na FPF durante todo este tempo? Não seria mais profissional, mais ético,mais justo que a sanção fosse deliberada após a expulsão? Não seria o mais lógico que o Lisandro não pudesse jogar a supertaça? Tanta burocracia... ou sei lá o quê! São coisas como estas que desgastam os adeptos independente/ da cor.

Abraço,e parabéns pelo artigo. Pões o dedo na ferida. Jesualdo é um medroso e isso, num clube como o Porto, é contra-natura.

eng_rs disse...

Bruno, é mesmo bom k Jesualdo arrepie caminho. O Porto tem k jogar sempre para ganhar. Gostei dessa comparação com a música do Abrunhosa:)
Qt ao Lisandro, mais uma palhaçada k temos k engolir. Ainda bem k não vencemos a SuperTaça, senão arriscavamos a perde-la na secretaria.

Abraço,

GM disse...

Totalmente de acordo, nao percebo o medo de Jesualdo e muito menos a sua nocao de "reforco". Talvez se deva a todos os anos que actuou em equipas secundarias, benfica incluido obviamente, pois velhos habitos sao dificeis de abandonar...

nprc disse...

Boa maneira de terminar, Bruno. É o que todos queremos. Um Porto de que nos possamos orgulhar. Para isso, não é preciso muito mais. É só jogarem o que sabem, respondendo lá dentro às provocações sistemáticas de quem se anda a divertir à nosso custa. É inacreditável o caso do Lisandro, poucas horas antes de ir a Braga, mas acredito que vamos dar uma grande resposta. Isto se, como dizes, o Jesualdo não tiver entrado no video do Abrunhosa. É que parece mesmo que ele tem que afastar os fantasmas que o tolhem. Porra homem, joga sem medo!

paulo grave disse...

Ó Bruno, tu foste uma boa contratação do administrador aqui do blog, carago:)
Bom artigo, colocando Jesualdo em "su sito", dando voz a inúmeras contradições k infelizmente vão grassando no futebol portista. Postiga convocado????Mas anda td maluco??? Atão dispensa-se o rapaz, não se convoca para jogos particulares nem para a Supertaça e agora tiram um coelho da cartola??? Mas k raio de merda vem a ser esta??? Parece k ninguem, muito menos Jesualdo, sabe bem o k anda a fazer. Já começo a ficar farto de tiros nos pés...

manuel almeida disse...

Não me parece k Jesualdo possa ser acusado de ser temerário, apenas pelo jogo da Supertaça. Não tinha Lucho, os reforços chegaram por partes, não tendo ainda rotinas criadas com a equipa, por isso acho que ele se socoreu dos elementos que lhe dava mais garantias. O Porto, pese não ter deslumbrado, jogou mais do k o Sporting, tendo sido traido por aquele golo fantástico, mas imerecido. Para juntar à festa, num jogo equilibrado, qualquer erro do árbitro teria influência, como veio a acontecer. Julgo k são injustas as tuas criticas.

Um abraço,

Bruno Pinto disse...

Antes de mais, quero aqui dizer que sou um defensor de Jesualdo desde a época passada e não vejo motivos, por agora, para mudar de opinião. Se me perguntarem se ele denota uma certa falta de ambição patente nas suas escolhas e postura da equipa, admito já que sim, mas ele é um homem inteligente, ganhou o título de campeão e deve continuar. Ponto prévio.
Agora concordo que há ali coisas um pouco estranhas. Epá porque se foi buscar o Aguiar, se tínhamos o Paulo Machado? Este é jovem? E o Aguiar não?! Porque não se deram oportunidades ao Vieirinha e Hélder Barbosa? Para que se contratou o Lino? Como é que o Postiga nem direito a número de camisola teve e agora é convocado (e que fique claro que para mim Postiga tem lugar no plantel de caras!)? E o Jorginho, foi agora reintegrado para quê, se está visto que não é jogador para o FC Porto? O campeonato está a começar e o plantel ainda não está definido. Tanta indefinição não é normal no clube e causa-me apreensão e desagrado. Já nem falo da necessidade de um avançado de grande categoria, porque há que dar o benefício da dúvida ao Farías. E se o Leandro Lima ainda é muito verde, então há que comprar um '10' de valor. Ou então colocar o 'puto' a jogar, actuar com 3 médios de características defensivas é que não...
Tudo perplexidades de um portista que, apesar de tudo, confia na equipa. O Sporting deu 4 à Académica, temos que ir ganhar a Braga.

Abraço