6 de agosto de 2007

Ainda a procissão vai no adro

"Penso que não assistimos a uma arbitragem isenta."

As palavras, de tão usuais no triste mundo luso do pontapé na bola, já nem provocam reacção. Podem ser atribuídas a qualquer um dos intervenientes no espectáculo. Jogadores, treinadores ou dirigentes, todos com culpa no cartório, pela facilidade com que se aponta o dedo ao homem do apito, principal réu de todas as derrotas. Contudo, estas causam algum impacto. Porquê?

Foram proferidas ontem, findo o primeiro derby do futebol nacional, num torneio de pré-temporada. O seu autor? O presidente do clube de Alvalade. Logo ele, pretenso defensor de um futebol nacional mais puro, começa a criar a confusão, o caos e a suspeita numa época que ainda nem sequer começou. E as pessoas, aquelas que vibram com o desporto-rei, começam a interrogar-se...

Se é assim agora, num jogo a feijões, como será depois, nos jogos a doer, naqueles que decidem competições?

5 comentários:

lobo mau disse...

Ainda o campeonato não começou e já começam as acusações de imparcialidade. Será isto PRESSÃO ou DEPRESSÃO ?? Gosto muito quando o meu clube joga mal e ganha bem . AaaaaUUuuuuuu

antónio pereira disse...

Acho q ele gostou mais dos criterios do benfica-sportig na luz... isso sim... ou entao fez falta o caneira...

joão ribeiro disse...

HAHAHA! Masn são ridículos, mesmo. É por isso que o Sporting NUNCA vai ganhar nada de jeito; será sempre um clubezinho que vai ao êxtase ao conquistar um campeonato nacional de 5 em 5 anos. Acho que o Sporting é o único clube no mundo que nunca perdeu um jogo

sonia pereira disse...

"Não foi à inglesa" reclama Soares Franco. Mas porque haveria de ser à inglesa, pergunto eu? Estamos ou não em Portugal? ou o facto de o jogo ter acontecido no ALLgarve levou o presidente do SCP a proferir tal frase? Francamente ainda agora começou a época e já não há pachorra para tanta lamechice!...

ps: parabéns pelo blog. Está bom, com qualidade.

antonio gouveia disse...

Acho k estão a escamotear o que ele quis dizer. Qd Luis Soares Franco fala da arbitragem, é apenas em relação ao jogo violento k não mereceu reparos do árbitro. Meu Deus, como é possível aquele Petit não ser expulso?

Abraço