3 de julho de 2007

Gaffe do ano!

Ele há coisas que só vistas! Conta hoje o pasquim a "Bola" uma situação passada ontem, no Aeroporto da capital, que é simplesmente hilariante. Eurico Gomes, um dos membros do staff leonino, encontrava-se por lá, à espera do novo reforço brasileiro, o central Gladstoen. Eis que chega, numa das portas de desembarque, o central Anderson, do vizinho SLB. Como sempre nestas coisas, algumas dezenas de ansiosos jornalistas procuraram logo captar qual o estado de espírito de Anderson, visivelmente de candeia às avessas com Fernando Santos. Eis que Eurico Gomes, para surpresa da maioria dos presentes, se aproxima de Anderson e fica algum tempo a murmurar algo ao ouvido do brasileiro. Antecipando-se a Anderson, Eurico Gomes faz sinal aos jornalistas de que o brasileiro só responderia a "uma ou duas perguntas". Anderson lá começa a responder às questões colocadas, até que, passados uns minutos, Eurico Gomes, visivelmente apressado, chega-se à frente e dispara: "já chega, já chega de perguntas"!
Como o brasileiro, pelo ar surpreendido, não estava a perceber nada daquilo, um jornalista arrisca a comentar, lá do fundo: "Mas ele é jogador do Benfica...".
Finalmente, e só aqui, é que Eurico Gomes se apercebeu da gaffe monumental que tinha cometido, confundindo Anderson com o jogador do seu clube que tinha ido esperar ao aeroporto.

7 comentários:

LEÃO DA ESTRELA disse...

Foi a completa demonstração de uma incompetência profissional grave, registada quase em directo pelas televisões. Que num clube ou numa empresa a sério seria susceptível de um processo disciplinar. Mas a grandeza do Sporting é de tal ordem que tem espaço de sobra para tanta incompetência ou falta de profissionalismo.
Eurico Gomes foi ao aeroporto para receber o internacional brasileiro Gladstone, que até tem dado várias entrevistas à imprensa portuguesa, sendo, portanto, bem conhecido, e abordou o defesa-central do Benfica Anderson – que está em Portugal há dois anos… – pensando que estava a falar com o reforço que o Sporting foi buscar ao Cruzeiro. E até lhe disse para não falar muito aos jornalistas, deixando Anderson atónito, pois não sabia quem era a criatura que lhe dava ordens logo ao pisar solo português.
Se há funcionário de um clube de futebol que tem de conhecer os jogadores, mesmo os dos adversários, esse funcionário é precisamente o secretário-técnico. No fundo, o problema não é de Eurico Gomes. O problema é da organização do clube.

tiago pimentel disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
Não é possível ser-se tão estúpido!!!!

rjc disse...

Eu não acredito. O homem deve ter ficado com um melão:)

Anónimo disse...

Existe gentinha muito burra, graças a Deus! E deve ganhar este homem umas milenas por mês...

raul almeida disse...

Faço minhas as palavras do leão da estrela. Como é que num clube organizado e profissional, isto pode acontecer? Se ele não o conhecia, só tinha que ir à net ver fotos do novo jogador. Aliás, isso não desculpabiliza o engano e a troca de identidades com Anderson. A não ser que isto se tenha passado depois de um almoço bem regado.

paulo grave disse...

Esta tinha-me passado ao lado. Também, não tenho a tua vida de não fazeres nenhum:)
Só prova que os sportinguistas são ainda mais burros que os vizinhos da 2ª circular.

bLuE bOy disse...

fónix, nem dá para acreditar LoL
aKeLe aBrAçO,
http://bibo-porto-carago.blogspot.com/