19 de maio de 2007

A equipa com mais adeptos!


O Aves transformou-se, de um momento para o outro, na equipa com mais adeptos neste País, conseguindo suplantar os pretensos 6 milhões de benfiquistas. Assim, como num passe de mágica, a equipa nortenha fica sobre as luzes da ribalta. Conheço até alguns que estão a ter formações intensivas, para aprenderem os nomes que compõem o plantel avense, nesta época 2006/07.
Provando também que este é um País católico, imbuído de fé, vamos ter, com o epicentro às 19.15 horas de amanhã, inúmeras manifestações de caracter religioso e profano. Velinhas acesas em altares, preces rezadas em surdina, olhos virados para o céu, procurando a salvação do Senhor, terços que rodam nervosamente pelas mãos, salmos gritados em voz alta, promessas ditas em desespero, provando que a fé continua bem viva, pulsando. Outros, menos crentes nestes fenómenos religiosos, optarão por manifestações místicas, de caracter profano. As vulgares figas com os dedos das mãos, macumbas engendradas em sítios recônditos, pragas proferidas com um ódio ancestral, tudo com um mero objectivo: a vitória/empate da equipa do Aves.
Aviso desde já que, apesar de tudo, a Superliga, para esses, não terá um final de conto de fadas. Não viverão felizes para sempre.
É que, do outro lado da barricada, vive um Povo orgulhoso, que não verga, habituado a lutar contra as vicissitudes da vida. Faz-me lembras os saudosos desenhos de Goscinny, criador de Astérix e os seus gauleses. Esses irredutíveis gauleses, tal como eram caracterizados, só tinham medo de uma coisa: que o céu lhes caísse em cima da cabeça. Pois, os PORTISTAS nem disso têm medo!
Orgulhosos do seu passado, crentes no futuro, capazes de superar adversidades, vão estar, de corpo e alma, com a sua equipa, ajudá-la a conquistar aquilo que mais se almeja: o título de CAMPEÃO NACIONAL. Vão ser 50.000 no Estádio e muitos mais a sofrer em casa. Vamos conseguir, estou certo!
ALLEZ, PORTO ALLEZ
NÓS SOMOS A TUA VOZ
QUEREMOS ESTA VITÓRIA
CONQUISTA-A POR NÓS


Não se esqueçam de uma coisa. Bill Shankly, considerado por muitos o melhor treinador de sempre, sintetizou o que nos vai na alma: "O futebol não é uma questão de vida e morte. É muito mais do que isso.”

1 comentário:

Jorge Almeida disse...

É esse o caminho. Apoiar, apoiar, apoiar, até que a voz nos doa. Força PORTO!